Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAELY DE VASCONCELOS LEITE CAVALCANTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAFAELY DE VASCONCELOS LEITE CAVALCANTE
DATA : 20/03/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 38-D, DEART
TÍTULO:

O PROCESSO CRIATIVO AZUL TURQUESA COMO PRÁTICA EDUCATIVA E ENFRENTAMENTO DO BULLYING NA ESCOLA


PALAVRAS-CHAVES:

Teatro; Educação; Processo Criativo; Bullying.


PÁGINAS: 45
RESUMO:

Trata-se de um artigo cujo objetivo central refere-se ao estudo dos processos de ensino-aprendizagem e criação no âmbito das Artes Cênicas, com foco no teatro, não buscando apenas ensinar arte pela arte, mas tem o propósito de usar o teatro como meio de expressão para discutir o Bullying no espaço escolar, bem como no entorno da escola, sendo esse o nosso objeto de estudo.  O trabalho se justifica, pois busca quebrar alguns paradigmas a respeito do Bullying, trazendo à reflexão os envolvidos para que venham a ser tomadas medidas socioeducativas de maneira que esse problema seja enfrentado de forma mais eficaz. Temos como lócus da pesquisa a Escola Estadual Prof. Paulo Pinheiro de Viveiros, situada na Zona Norte de Natal para uma construção cênica colaborativa através da Cia de Teatro Mythos, tendo como referência o teatro antropológico de Eugênio Barba (1994); uma proposta pedagógica para a formação de professores de Teatro, refletida e apresentada por José Sávio Araújo (2005); os estudos de Beaudoin & Taylor (2006), que tratam do Bullying e desrespeito, uma cultura que deve ser extinta da escola; as discussões feitas por Ana Beatriz Silva (2015), no seu livro Bullying: mentes perigosas nas escolas, dentre outros.  Tomamos, portanto, como metodologia para a abordagem do tema, uma pesquisa descritiva qualitativa, considerando o estudo de caso, como estratégia para a expressão da realidade estudada, conforme (YIN, 2005; STKE, 2013; ANDRÉ, 1984; BOGDAN & BIKLEN, 1994). A questão de pesquisa diz respeito a: Quais as possibilidades de enfrentamento do Bullying diante das experiências dos estudantes dentro e fora do contexto escolar? Haveria a possibilidade de um experimento de aprendizagem e criação teatral para a superação do Bullying na escola e seu entorno? Falando das experiências vividas no seu cotidiano, é possível superar o Bullying na escola? Consideramos, pois, a relevância do nosso estudo, uma vez que, como metodologia, poderá contribuir para a melhoria das relações humanas e de respeito na escola.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1755707 - KARYNE DIAS COUTINHO
Presidente - 1958705 - MARCILIO DE SOUZA VIEIRA
Interna - 221.918.794-20 - MARINEIDE FURTADO CAMPOS - UFRN
Notícia cadastrada em: 09/03/2020 15:22
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao