PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de QUALIFICAÇÃO: MIKAELY LIZANDRA MOREIRA DE ASSIS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MIKAELY LIZANDRA MOREIRA DE ASSIS
DATA : 02/08/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Remotamente pelo google meet
TÍTULO:

SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E APLICAÇÃO DO NANOCOMPÓSITO DE PALYGORSKITA/DIÓXIDO DE TITÂNIO NA DEGRADAÇÃO FOTOCATALÍTICA DE CORANTES TÊXTEIS


PALAVRAS-CHAVES:

 corantes têxteis. azul de Novacron. amarelo de Novacron. fotocatálise. dióxido de titânio. palygorskita.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

Um dos maiores problemas ambientais é decorrente da atividade industrial, em que ocorre a contaminação dos recursos hídricos com resíduos pós produção, ocasionando efeitos adversos ao ecossistema. Os efluentes de corantes industriais apresentam um grande risco a saúde da biodiversidade, na maioria das vezes, trata-se de compostos orgânicos tóxicos, persistentes e de difíceis remoção por tratamentos convencionais, além de se apresentarem como materiais carcinogênicos.  O desenvolvimento ou aprimoramento de técnicas para tratamento de efluente são de grande interesse, visto que se objetiva a busca por rotas de síntese de baixo custo e que gerem menos resíduos ou subprodutos tóxicos.  A descoloração fotocatalítica dos corantes industriais, azul de Novacron (AZN) e amarelo de Novacron (AMN), foram investigadas usando compósitos à base de TiO2 suportados na palygorskita natural (TiP10 e TiP30). O método consistiu em sintetizar os compósitos partindo de uma mistura física do TiO2 e palygorskita natural na presença de álcool, para impregnação através da calcinação sob condições de temperatura igual a 450ºC e ar atmosférico. As técnicas de caracterização utilizadas neste trabalho foram: FTIR, DRX, MEV, análise de tamanho de partícula e potencial zeta. A fotocatálise para o corante AZN foi investigada através da aplicação de um planejamento experimental fatorial 24, objetivando as melhores condições experimentais e por fim aplicá-las em um outro corante industrial AMN. As concentrações investigadas de AZN foram de 10 ppm e 30 ppm, os compósitos foram sintetizados usando 10 e 30% (m/m) de dióxido de titânio em palygorskita, os dois valores de pH foram em 2 e 6 e as intensidades de luz foram usadas potências 9 e 18W. Os testes realizados em: pH 2,0; compósito TiP30; potência 18W e 10 ppm de corante, mostraram remoção de 100% de ambos os corantes em 90 min. O processo de descoloração seguiu o modelo cinético de pseudo-primeira ordem e a constante aparente (kapp) foram de 0,0216 min-1 e 0,0193 min-1 para os corantes AZN e AMN, respectivamente. Os resultados do custo final de tratamento para os testes, foi viável em eficiência e economia. Visto que sob os melhores parâmetros estudados, a fotocatálise do AZN e do AMN teve um consumo energético de 0,135 kWh/dm3 e custo final de R$ 0,0895.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1645110 - CARLOS ALBERTO MARTINEZ HUITLE
Interno - 348475 - DJALMA RIBEIRO DA SILVA
Externa à Instituição - ELISAMA VIEIRA DOS SANTOS - UFRN
Externa ao Programa - 1412709 - NEDJA SUELY FERNANDES
Notícia cadastrada em: 23/07/2020 11:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao