PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de DEFESA: ACASSIO ROCHA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ACASSIO ROCHA SANTOS
DATA : 21/02/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 3F1
TÍTULO:

ESTUDO DE CLUSTERS METÁLICOS DE ALUMÍNIO-SÓDIO, ALUMÍNIO-POTÁSSIO, ALUMÍNIO-LÍTIO E SÓDIO-LÍTIO PELAS ABORDAGENS DE ALGORITMOS GENÉTICOS, CÁLCULOS QUÂNTICOS E ANÁLISE TOPOLÓGICA


PALAVRAS-CHAVES:

Algoritmo genético. Potencial Gupta. Clusters, QTAIM


PÁGINAS: 115
RESUMO:

O estudo teórico de clusters metálicos tem despertado um interesse considerável, devido à possibilidade de criar novas ligas de materiais em nanoescala, as chamadas "nanoligas". Pesquisas sobre nanoligas desempenham papel significativo na Ciência de Materiais, pois, entre seus objetivos mais importantes, estão o de prever a estabilidade das estruturas, seus modos de crescimento, bem como o de auxiliar a interpretação de medidas espectroscópicas e outras medições experimentais. Nesse contexto, um grande número de métodos foi relatado nos últimos anos para a otimização do mínimo global de grupos atômicos e moleculares, sendo um dos mais utilizados atualmente o do Algoritmo Genético (doravante, GA), o qual baseia-se em princípios relacionados a processos evolutivos, em operadores inspirados na Teoria da Evolução e na Genética, isto é, na recombinação, mutação e seleção natural. Particularmente, o GA com a implementação do potencial Gupta tem se mostrado eficiente na busca de soluções “ótimas” em problemas de otimização de clusters metálicos.

Esta dissertação é composta por capítulos de introdução, de metodologia, de abordagem teórica (Cap. 1, 2 e 3); e também por capítulos que contêm artigos sobre o tema proposto (Cap. 4, 5 e 6). No primeiro artigo (Cap. 4), analisaram-se clusters bimetálicos AlxNay (x+y55) por meio da aplicação do GA com a implementação do potencial Gupta. Com base também na aplicação do GA, no segundo capítulo (Cap. 5) foram estudados clusters de AlxLiy e AlxKy (x+y 55). Em ambos os trabalhos, para elevar a eficiência do GA, introduziu-se mais dois operadores: o Aniquilador e o História. Ao serem comparadas as estruturas obtidas por meio do GA com potencial Gupta para clusters de alumínio puro, lítio puro e alumínio-lítio com resultados recentes da literatura, verificou-se que para os sistemas Al2, Al3, Al6, Al8, Al9, Li5, Li6, Li7, Al1Li5, Al1Li7 e Al1Li8 as geometrias obtidas foram muito semelhantes àquelas resultantes de cálculos de funcional de densidade e ab initio[como CCSD(T)].

No terceiro artigo (Cap. 6), analisou-se um novo algoritmo genético quântico (Q-GA) para pequenos sistemas de clusters  NaxLiy  com (x+y ≤ 10). Constatou-se que o Q-GA apresenta maior eficiência na busca do mínimo global em relação ao GA com o potencial Gupta. Isso porque o primeiro utiliza método quântico, enquanto o segundo usa um método clássico. Por ser mais preciso, o Q-GA possui uma abrangência menor. Neste artigo, além de cálculos ab inito, também foram realizados cálculos topológicos a partir da Teoria Quântica de Átomos em Moléculas (QTAIM) para as estruturas Na1Li5, Na2Li4, Na3Li3, Na4Li2 e Na5Li1, obtidas pelo Q-GA. Nessas estruturas, chama a atenção o fato de não haver caminho de ligação envolvendo diretamente os metais, sendo unidos por pseudoátomos, com exceção do Na5Li1. Algumas interações atômicas não foram indicadas pelo caminho de ligação e sua análise foi feita pelo índice de deslocalização (DI). No sistema Na1Li5, os pares atômicos Na1-Li2 e Na1-Li6 têm as interações mais fortes (e equivalentes à do sistema NaLi) de todos os pares Na-Li de todos clusters NaxLiy(x+y=6); ao mesmo tempo, os outros pares Na-Li têm interações dez vezes mais fracas do que aquelas do sistema NaLi. As interações Na-Na dos clusters Na4Li2 e Na5Li1 são as mais fortes quando comparadas com sistemas puros. Por fim, verificou-se que a fórmula do grau de degenerescência do índice de aromaticidade D3BIA e a carga atômica indicaram que os átomos de lítio mais próximo ao átomo de sódio transferem carga para esse último.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1714867 - CAIO LIMA FIRME
Interno - 1803692 - FABRICIO GAVA MENEZES
Externo ao Programa - 1108747 - ROBSON FERNANDES DE FARIAS
Externo à Instituição - GERD BRUNO DA ROCHA - UFPB
Notícia cadastrada em: 20/02/2017 11:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao