PPGQ/CCET PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/136 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgq

Banca de DEFESA: TAISA CRISTINE DE MOURA DANTAS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TAISA CRISTINE DE MOURA DANTAS
DATA : 26/07/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de treinamento do NUP-ER
TÍTULO:

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS MESOPOROSOS INORGÂNICO-ORGÂNICOS PARA APLICAÇÃO NA ADSORÇÃO DE GÁS CARBÔNICO


PALAVRAS-CHAVES:

Emissão de CO2. Processo de adsorção. Materiais Inorgânico-Orgânicos. Adsorção de CO2.


PÁGINAS: 133
RESUMO:

A necessidade de encontrar novas tecnologias para a minimização da emissão crescente de gases poluentes no planeta se torna cada vez mais urgente, dos processos estudados atualmente a técnica de adsorção utilizando materiais mesoporosos vêm tendo bastante enfoque. A família do SBA está dentro desses materiais, onde pode ser destacado o SBA-15 e SBA-16 como estruturas com propriedades texturais interessantes.  O presente trabalho realizou a síntese destes materiais de acordo com a metodologia descrita na literatura, onde se utilizou como agente estruturador um template e o TEOS uma fonte de silício. Após esta etapa o SBA-16 foi funcionalizado através das técnicas de impregnação com um polímero Polietilenimina ramificada com etilendiamina (PEI) em meio metanólico, onde a reação das aminas com a estrutura de silício apresenta caráter iônico; e a funcionalização por enxerto com organossilanos, onde o organossilano empregado foi o N-[(3-trimetoxissilil)propil] dietilenotriamina (DT-NNN), onde a estrutura é formada de um grupo de silício e três aminas. A reação dessa molécula com a superfície de silício é realizada entre os grupos silanol e o átomo de silício do organossilano, grupos que reagem para formar uma ligação covalente. Também houve a funcionalização através da combinação dessas duas técnicas para obter uma maior porcentagem aminas. Foi proposta a reciclagem do material SBA-15 funcionalizado para reutiliza-los na adsorção/dessorção de CO2. Os materiais foram tratados termicamente a uma temperatura de 550 °C para a eliminação dos grupos orgânicos e, após essa etapa, novamente foi executada uma funcionalização. As caracterizações utilizadas nesse trabalho foram o DRX, TG/DTG, FTIR, RMN, MET, CHN e adsorção e dessorção de N2. O processo de adsorção de CO2 puro para o material SBA-16 funcionalizado foi executado em um equipamento volumétrico sob pressão de 1 bar a 45 °C, onde a amostra E-SBA16-10PEI e CC-SBA16-DT-50PEI exibiram quantidades de adsorção de 47 mg CO2/g ads e 108 mg CO2/g ads, respectivamente. Na reciclagem e reutilização do SBA-15 os materiais apresentaram características físico-químicas distintas, como também diferentes eficiências das aminas na adsorção de CO2.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2140818 - AMANDA DUARTE GONDIM
Presidente - 1558610 - ANA PAULA DE MELO ALVES GUEDES
Interno - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo à Instituição - EDJANE FABIULA BURITI DA SILVA - Estácio
Externo à Instituição - GUILLERMO CALLEJA PARDO - URJC
Interno - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Notícia cadastrada em: 19/07/2016 11:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao