Banca de QUALIFICAÇÃO: VINÍCIUS PATRÍCIO DA SILVA CALDEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VINÍCIUS PATRÍCIO DA SILVA CALDEIRA
DATA: 25/10/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de Reuniões do LCP
TÍTULO:

Síntese e Caracterização de Material Híbrido Micro-Mesoporoso Beta/MCM-41 e Aplicação em Craqueamento de PEAD.


PALAVRAS-CHAVES:

Zeólita BEA; Híbrido Micro-Mesoporoso; Craqueamento.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Cinética Química e Catálise
RESUMO:

Um dos matérias de grande interesse na comunidade científica é definido como um material de estrutura híbrida com arranjo hierárquico de poros na escala micro-mesoporosa. Exemplos relevantes destes materiais híbridos recentemente relatados na literatura consistem em sólidos formados a partir do arranjo mesoporoso da família M41S com zeólitas microporosas do tipo FAU, MFI, BEA. O presente trabalho de pesquisa teve como meta desenvolver catalisadores híbridos com estrutura porosa bimodal, formados por núcleos da zeólita BETA e surfactante catiônico cetiltrimetilamônio, como agente direcionador de uma estrutura mesoporosa ordenada, semelhante ao material MCM-41. Como variáveis de síntese foram empregadas a influência do conteúdo de alumínio incorporado para correlação com a acidez do material, e a formação dos núcleos zeolíticos precursores de estrutura BEA para avaliação da cristalinidade. Após caracterização físico-química, as propriedades pertinentes aos materiais híbridos Beta/MCM-41 demonstraram materiais com elevada acessibilidade e maior número de centros ácidos, comparados às estruturas de referência microporosa zeólita Beta e material mesoporoso Al-MCM-41. A aplicação dos materiais híbridos em reação de craqueamento de polietileno de alta densidade visou avaliar as propriedades ácidas, de resistência térmica e superfície externa em conjunto para definição de sua atividade catalítica. Desta forma o material híbrido com 3 dias de pré-cristalização dos núcleos zeolíticos obteve conversão superior, de aproximadamente 10% comparada à zeólita Beta com similares propriedades ácidas, mantendo a mesma seletividade de produtos formados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350509 - ANTONIO SOUZA DE ARAUJO
Externo ao Programa - 2302898 - ELEDIR VITOR SOBRINHO
Interno - 1308577 - SIBELE BERENICE CASTELLA PERGHER
Notícia cadastrada em: 11/10/2013 16:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao