Banca de QUALIFICAÇÃO: MARTHA LAYSLA RAMOS DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARTHA LAYSLA RAMOS DA SILVA
DATA : 14/05/2021
HORA: 10:00
LOCAL: Sala virtual
TÍTULO:

ANÁLISE DA SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA DENGUE NO PERÍODO DE 2016 A 2020 NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL.


PALAVRAS-CHAVES:

Arbovírus, epidemiologia, Dengue, perfil epidemiológico, região de saúde.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

A Dengue é uma doença febril aguda e sistêmica, que pode apresentar um amplo espectro clínico, variando de casos assintomáticos a graves. É uma arboviroses transmitida principalmente pelo mosquito Aedes aegypti, sendo um dos agravos à saúde de maior importância em todo o mundo, ocasionando epidemias anuais principalmente nas regiões tropicais e subtropicais, colocando em risco quase um terço da população do planeta. O presente trabalho apresenta uma análise de uma série temporal e distribuição espacial dos casos de dengue no Estado do Rio Grande do Norte. Foram utilizados dados secundários dos casos de dengue notificados no período entre 2016 a 2020, disponíveis no Sistema de Informação de Agravos de Notificação e Boletins Epidemiológicos da Secretaria Estadual de Saúde, nos respectivos anos. A análise foi realizada a partir de estatística descritiva. Durante a série temporal, foram notificados um total de 152.628 casos prováveis de Dengue, sendo confirmados 37.489 casos, o que representa 24,56%. A região de saúde VII, que corresponde à região Metropolitana de Natal, teve o maior número de casos confirmados, totalizando 17.654 casos, representando aproximadamente 47,09% do número de casos confirmados no estado durante o período estudado. Em relação à caracterização sociodemográfica, o sexo feminino apresentou uma maior prevalência da doença e a faixa etária mais acometida está entre 20 e 49 anos. A dengue nesse período estudado, apresentou um comportamento epidemiológico que caracteriza um perfil endêmico, que pode estar diretamente relacionado aos problemas de infraestrutura do estado. Nossos dados mostram uma aparente redução do número de casos de dengue notificados no ano de 2020. É possível que essa redução do número de casos da doença tenha sido devido à subnotificação, uma vez que todos os esforços dos serviços de saúde estavam voltados para enfrentamento da atual pandemia do Coronavírus (COVID-19).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 348473 - JOSE VERISSIMO FERNANDES
Interno - 1715230 - JOSELIO MARIA GALVAO DE ARAUJO
Externa ao Programa - 1149507 - FABIANA LIMA BEZERRA
Notícia cadastrada em: 26/04/2021 20:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao