Banca de DEFESA: RAMAYANA MORAIS DE MEDEIROS BRITO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAMAYANA MORAIS DE MEDEIROS BRITO
DATA : 25/04/2019
HORA: 09:30
LOCAL: Sala de Reuniões do CB
TÍTULO:

Influência da infecção por Toxoplasma gondii no estabelecimento da resposta imune e repercussões para a estrutura citoarquitetônica cerebral em camundongos resistentes e suscetíveis


PALAVRAS-CHAVES:

Toxoplasma gondii. Neurotoxoplasmose. Inflamação


PÁGINAS: 120
RESUMO:

A toxoplasmose é uma zoonose amplamente distribuída pelo mundo, causada pelo Toxoplasma gondii, protozoário intracelular obrigatório. Após invasão celular, o parasito desencadeia a ativação de uma resposta pró-inflamatória, capaz de estimular seu encistamento e manutenção da infecção crônica. Essa resposta, quando exacerbada, pode gerar mudanças imunopatológicas no organismo hospedeiro. Todavia, buscando evitar o comprometimento tecidual, o sistema imunológico mantém um equilíbrio através do estabelecimento de uma resposta imune regulatória. No entanto, o parasito possui mecanismos de manipular o sistema imune, a fim de estabelecer uma infecção persistente e eficiente, contribuindo para o desenvolvimento de alterações cerebrais em consequência de uma neuroinflamação crônica. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos da infecção por cepa cistogênica de T. gondii (ME49) sobre a resposta inflamatória em camundongos isogênicos resistentes (Balb/c) e suscetíveis (C57BL/6), relacionando-a com aspectos neuropatológicos da infecção cerebral. Camundongos C57BL/6 foram mais suscetíveis à infecção que animais Balb/c, apresentando 40% e 100% de sobrevivência, respectivamente. Ainda foi observada maior perda de peso corporal entre os camundongos suscetíveis C57BL/6 infectados, quando comparado a Balb/c infectados. Análise da produção de anticorpo IgG anti-T. gondii demonstrou que animais C57BL/6 produzem menores níveis de anticorpo do que camundongos Balb/c. A produção sérica de TNF-α e IL-12 foi mais elevada para camundongos C57BL/6 infectados do que o observado nos camundongos Balb/c. Ademais, os camundongos C57BL/6 apresentaram menor produção de TGF-β. Tanto os camundongos suscetíveis quanto os resistentes apresentaram níveis aproximados de IL-10. A análise da camada IV do campo de barril do córtex somestésico primário (S1BF) revelou uma redução de 43,6% de células neuronais para animais Balb/c, enquanto os camundongos C57BL/6 apresentaram perda de aproximadamente 60%. Foi observada uma quantidade e distribuição de cistos pelo encéfalo significativamente distinta entre Balb/c e C57BL/6. Camundongos C57BL/6 apresentaram um número de cistos duas vezes maior do que Balb/c. Quando analisadas separadamente as regiões rostral, medial e caudal do encéfalo, registrou-se uma maior proporção de cistos na porção caudal (44,33%) para C57BL/6, enquanto Balb/c apresentou uma distribuição de cistos menor e mais homogênea. Comparando cada região encefálica entre as duas linhagens de camundongos, observou-se que C57BL/6 apresentou um número de cistos duas vezes maior nas porções rostral e medial e, para a porção caudal houve um número de cistos três vezes maior quando comparado com Balb/c. Nossos resultados indicam que animais C57BL/6 são mais suscetíveis a infecção pelo T. gondii, devido a elevada produção de citocinas inflamatórias (TNF-α e IL-12) e baixa produção de citocinas regulatórias (TGF-β e IL-10). Além disso, foi possível observar diferente padrão na distribuição dos cistos entre as linhagens, com C57BL/6 apresentando um número significativamente maior de cistos, além de exibir um maior nível de perda neuronal quando comparado a Balb/c.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDRE TALVANI PEDROSA DA SILVA - UFOP
Interno - 1752367 - PAULO MARCOS DA MATTA GUEDES
Presidente - 2213126 - VALTER FERREIRA DE ANDRADE NETO
Notícia cadastrada em: 05/04/2019 17:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao