Banca de QUALIFICAÇÃO: ROGÉRIO DAMIÃO DE SOUZA JÚNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROGÉRIO DAMIÃO DE SOUZA JÚNIOR
DATA : 29/11/2018
HORA: 08:30
LOCAL: POP Centro de Convivência
TÍTULO:

Avaliação do método FAMACHA© para detecção de anemia por Haemonchus contortus em rebanhos caprinos e ovinos


PALAVRAS-CHAVES:

 FAMACHA; Caprinos e Ovinos; 


PÁGINAS: 62
RESUMO:

O objetivo do presente estudo foi comparar sensibilidade e especificidade do método FAMACHA© na detecção de anemia por Haemonchus contortus em rebanhos caprinos e ovinos. Para isso foram avaliados rebanhos caprinos e ovinos da Embrapa Caprinos e Ovinos e da EAJ/UFRN, totalizando 4568 observações de FAMACHA© e volume globular (VG) para ovinos e 825 para caprinos. Quatro valores padrão de VG (≤15%, ≤18%, ≤19% e ≤22%) foram eleitos como pontos de corte. Foram determinadas a especificidade (Es) e sensibilidade (Se) do método e avaliada a concordância (valor kappa – Ƙ) entre FAMACHA© e VG. Em todos os pontos de corte de VG, a Se do FAMACHA© nos ovinos da Embrapa Caprinos e Ovinos aumentou quando os animais FAMACHA 3 foram incluídos como anêmicos (75% a 92%). A Es foi maior nos caprinos do que nos ovinos em todos os pontos de corte de VG quando os animais FAMACHA 3 não foram incluídos como anêmicos (99,4% e 99,8%). Para o rebanho ovino da EAJ/UFRN, foram observados maiores valores de Se quando animais FAMACHA 3 foram incluídos como anêmicos (48,5% a 51%). Já a Es desses animais variou de 88,1% a 90,1% quando os animais FAMACHA 3 não foram incluídos como anêmicos. A avaliação do método FAMACHA© para os caprinos da EAJ/UFRN não foi real, uma vez que a carga parasitária de H. contortus não alcançou o mínimo de 60% recomendado.  Os maiores valores de tratamentos corretos foram encontrados em todos os pontos de corte de VG para ambos os rebanhos da Embrapa Caprinos e Ovinos quando FAMACHA 4 e 5 foram considerados positivos para anemia (75,7% a 91% para ovinos e 82,1% a 98,5% para caprinos). Nos ovinos da EAJ/UFRN os maiores valores de tratamento correto foram encontrados quando os animais FAMACHA 3 não foram incluídos como anêmicos (65,13% a 78,2%). O valor Ƙ para ovinos do rebanho da Embrapa Caprinos e Ovinos variou entre 0,320 > Ƙ < 0,560, sendo maior quando a categoria FAMACHA 3 não foi incluída como positiva para anemia, indicando uma concordância de razoável a moderada. Para os caprinos foi observado o valor Ƙ=0,620 para o PCV ≤19, inferindo-se uma concordância substancial. No rebanho da EAJ/UFRN, os valores Ƙ indicaram uma concordância razoável para os ovinos (0,067 > Κ < 0,074) e uma fraca concordância para os caprinos (Ƙ ≤ 0,02 (P>0,05). Estes resultados reforçam que o método FAMACHA© pode ser aplicado em casos de haemocose em ambos os rebanhos, porém estudos que objetivem uma melhor padronização dos valores de corte do VG em caprinos ainda são necessários para aumentar a Se do método para essa espécie.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1282620 - HENRIQUE ROCHA DE MEDEIROS
Presidente - 1714262 - LILIAN GIOTTO ZAROS DE MEDEIROS
Externo à Instituição - LUIZ DA SILVA VIEIRA - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 06/11/2018 12:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao