Banca de DEFESA: DEYVISSON CARLOS BORGES DE MELO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DEYVISSON CARLOS BORGES DE MELO
DATA : 31/08/2020
HORA: 16:00
LOCAL: Remoto
TÍTULO:

Design Smells em Aplicações de Processamento em Lote Utilizando Spring Batch Framework


PALAVRAS-CHAVES:

aplicações batches. arquitetura de software. code smells. design smells.
processamento em lote. spring batch.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

Para atender as constantes mudanças de requisitos e necessidades de novas funcionalidades, os sistemas de software permanecem sempre em um estado de constante evolução. O controle do processo de evolução e manutenção de um software é crucial e uma das fases mais complicadas do desenvolvimento de software. Se esse controle não for gerenciado, os sistemas correm o risco de degradação de importantes atributos de qualidade que consequentemente afetam diretamente o grau de manutenibilidade das aplicações. Fatores como inexperiência, falta de conhecimento e pressões em relação ao tempo de conclusão de tarefas levam a adoção de más práticas de design de software e são a origem dos Design Smells. Para se obter um melhor controle do processo de evolução e manutenção de um software, é importante saber identificar a ocorrência de Design Smells nos projetos, e novos estudos indicam que a utilização de informações específicas do contexto da aplicação, como a natureza dos programas ou papeis arquiteturais utilizados, podem influenciar no processo de detecção e na identificação de problemas que só existem no contexto estudado. Este trabalho realiza um estudo para a definição e identificação de Design Smells específicos ao contexto das aplicações de processamento em lotes, e propõe a definição de um catálogo de 7 Design Smells e a implementação de uma ferramenta para automatizar o processo de detecção. A ferramenta implementada foi utilizada em um estudo de caso em que os códigos de 40 sistemas foram analisados. Nesse estudo, observou-se que os smells específicos ao contexto das aplicações de processamento em lotes afetaram quase 20% das classes e mais que 30% das linhas de código dos sistemas analisados. Também foi possível observar, por meio da aplicação da ferramente em várias versões de dois sistemas, que o número de smells se manteve constante ao longo das versões, e em alguns casos até cresceu. O que pode evidenciar a falta de conhecimento da existência dos smells e dos impactos negativos que podem incorporar nas aplicações.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BALDOINO FONSECA DOS SANTOS NETO - UFAL
Presidente - 2274774 - EIJI ADACHI MEDEIROS BARBOSA
Interno - 1644456 - UIRA KULESZA
Notícia cadastrada em: 17/08/2020 11:12
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao