Banca de DEFESA: NUBIA MARIA LIMA DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : NUBIA MARIA LIMA DE SOUSA
DATA : 23/11/2017
HORA: 08:00
LOCAL: sala de aula Departamento de Enfermagem
TÍTULO:

 Conhecimento de preceptores da residência multiprofissional em saúde sobre metodologias de ensino


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras chave: Preceptoria, capacitação em serviço, aprendizagem.


PÁGINAS: 55
RESUMO:

A preceptoria em saúde, em hospitais universitários, tornou-se uma prática pedagógica e muitos profissionais do serviço foram inseridos como preceptores, porém a maioria deles não teve formação em educação. Encontrando dificuldades em adotar estratégias de ensino-aprendizagem que aproximem o conhecimento científico à realidade prática na formação de profissionais da área da saúde.  O presente estudo objetivou analisar o conhecimento das metodologias de ensino pelos preceptores no processo ensino/aprendizagem de residentes multiprofissionais em saúde. Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem qualitativa, composto por 50 preceptores, que atuavam há mais de um ano na residência multiprofissional em saúde de um hospital-escola. A coleta de dados foi realizada de setembro a dezembro de 2016, por meio de um roteiro semiestruturado para caracterização dos sujeitos do estudo e com a aplicação da técnica de associação livre de palavras. Os dados foram analisados pelo software Ensemble de Programmes Permettant  L’Analyse des  Evocations (EVOC), versão 2000, e discutidos com base no referencial teórico da Teoria do Núcleo Central. Teve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, sob o nº 1.663.421/16. Os dados foram divididos em três unidades temáticas: conhecimento dos preceptores sobre estratégias de ensino, sobre metodologia tradicional e metodologias ativas e suas respectivas categorias: elementos conceituais; uso teórico prático, aprofundamento do conteúdo e aplicabilidade. Foram considerados como elementos do núcleo central as palavras que tiveram menor ordem media de evocação (MOE), com parâmetro de 2,0, 2,3 e 2,5 e maior frequência(F) com parâmetro de 10. Na unidade temática referente à estratégia de ensino  destacaram-se as palavras “método de ensino” (OME, 1,4- F29).  “dinâmica” (OME 1,6 - F 13) e “aulas” (OME 2,0 - F17). A metodologia tradicional foi representada por “ensino arcaico” (OME 1,7 – F 45) e “centrado no professor” (OME 1,8 F 22). Para as metodologias ativas destacaram-se “proatividade” (OME 1,7 – F 23), “construtivismo” (OME1, 9 F 61) e “Feedback “(OME 2,1 F10).  O estudo apontou que os preceptores compreendem as estratégias de ensino com métodos que favorecem o ensino aprendizado, evidenciando-se o conhecimento sobre as metodologias tradicionais como “ensino arcaico” e “metodologia conteudista”, e as metodologias ativas como “proatividade”, “construtivismo” e “feedback”, embora a maioria aponte a não utilização desta no ensino da residência multiprofissional em saúde. Por fim, acredita-se que para a formação de profissionais na área da saúde deve haver um caráter interdisciplinar, com uso de metodologias ativas que despertem no aluno o seu potencial crítico-reflexivo, tornando-o agente transformador no processo de cuidar dos sujeitos nos diferentes cenários de atuação profissional proposto pelo Sistema Único de Saúde. Como produto desse estudo, foi criada uma proposta para capacitação dos preceptores da residência multiprofissional de saúde, campo do estudo, em metodologias ativas de ensino.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149381 - ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
Interno - 2644228 - SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
Externo à Instituição - FERNANDA DOS SANTOS NOGUEIRA DE GOES - EERP/USP
Notícia cadastrada em: 13/11/2017 14:51
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao