Banca de DEFESA: ALESSANDRA AGNA ARAUJO DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALESSANDRA AGNA ARAUJO DOS SANTOS
DATA: 19/08/2013
HORA: 08:00
LOCAL: Sala do PPGCEM
TÍTULO:

Sinterização do compósito WC-316L: Estudo da viabilidade de substituição do cobalto pelo aço inox 316L


PALAVRAS-CHAVES:

Composito metálico, SInterização, aço inoxidável


PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Metalurgia de Transformação
ESPECIALIDADE: Metalurgia de Pó
RESUMO:
O metal duro é um compósito de matriz metálica composto por uma fase dura, os carbetos, e uma fase dúctil, o metal ligante, podendo ser cobalto, níquel ou ferro, que exerce o papel de ligante da fase dura, conferindo ao material a tenacidade adequada. O metal duro, WC, é produzido por metalurgia do pó, e suas propriedades são dependentes da composição, das características dos pós de partida e da porcentagem do material ligante. O principal ligante utilizado em metal duro a base de WC é o cobalto. No entanto, o cobalto é um material escasso, que possui alto custo de processamento e é tóxico. O presente trabalho teve como objetivo analisar a influência do aço inoxidável 316L na sinterização do WC, avaliando assim a possibilidade de substituição do Cobalto como material ligante pelo aço inoxidável 316L para uma percentagem de ligante de 3%. O aço inox 316L possui características similares ao Cobalto no WC e possui ainda menor custo de processamento e é não tóxico. O compósito WC-316L foi processado via Metalurgia do Pó pelas seguintes etapas: preparação dos pós-iniciais (relação de bolas 7:1), moagem á úmido realizada por 5 horas em Moinho planetário de Alta Energia, compactação de 200 MPa á frio, a sinterização foi realizada em diferentes temperaturas: 1200oC, 1300oC e 1400oC com taxa de 20oC e isoterma de 1hora em atmosfera de vácuo. Os pós de partida WC e 316L foram caracterizados por Difração de Raios-X e ensaio granulométrico. O compósito sinterizado WC-316L foi caracterizado por Difração de Raios-X, Microscopia Eletrônica e ensaio de Microdureza Vickers. As amostras sinterizadas a temperatura de 1400oC apresentaram valor de dureza compatível com o compósito WC-Co, 1890 HV, para a mesma percentagem de ligante. As análises complementares no microscópio eletrônico mostram boa dispersão dos componentes processados, no entanto com heterogeneidade na distribuição de tamanhos, principalmente nas amostras processadas a 1200oC. As amostras processadas as temperaturas de 1200oC e 1300oC apresentaram porosidade considerável, heterogeneidade microestrutural e propriedade mecânica de dureza bem abaixo daquela esperada para compósitos a base de WC, 200 HV e 700 HV, respectivamente. As análises feitas inferem que o aço inoxidável pode ser utilizado em substituição ao cobalto para uma percentagem de ligante de 3% desde que sejam utilizadas temperaturas de sinterização a parti de 1400 oC para uma percentagem de ligante de 3%.

MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2613355 - FRANCINE ALVES DA COSTA
Externo ao Programa - 347303 - MARCIANO FURUKAVA
Presidente - 345842 - UILAME UMBELINO GOMES
Notícia cadastrada em: 12/08/2013 07:53
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao