Banca de DEFESA: JUCIKLECIA DA SILVA REINALDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JUCIKLECIA DA SILVA REINALDO
DATA: 23/08/2013
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aulas PPGCEM
TÍTULO:

Desenvolvimento da blenda poli(metacrilato de metila) (PMMA) elastomérico e poli(tereftalato de etileno) (PET) pós-consumo


PALAVRAS-CHAVES:

poli(metacrilato de metila) elastomérico, poli(tereftalato etileno) grau garrafa, morfologia, mecanismo de fratura


PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Neste trabalho é desenvolvida e estudada a blenda imiscível poli(metacrilato de metila) (PMMA) elastomérico com poli(tereftalato de etileno) (PET) grau garrafa com e sem o uso do agente compatibilizante, poli(metacrilato de metila-co-metacrilato de glicidila-co-acrilato de etila) (MMA-GMA-EA). As caracterizações de medida de índice de fluidez (MFI), reometria de torque, determinação da densidade e do grau de cristalinidade por picnometria, ensaio de tração uniaxial, tenacidade a fratura em estado plano de deformação (KIC), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia eletrônica de transmissão (MET), foram realizadas nos polímeros puros e blendas PMMA/PET. Os resultados reológicos apresentaram indícios de reação entre o MGE com o PET e, também, com o PMMA. O aumento na concentração de PET reduz o torque e a adição do MGE aumenta o torque da blenda. Os ensaios de tração mostraram que o aumento da porcentagem de PET proporcionou um aumento na resistência máxima e no módulo de elasticidade e diminuição no alongamento na ruptura. Entretanto, na inversão de fase, onde a blenda apresenta indícios de morfologia co-contínua e, em composições onde aparentemente ocorreu eficiência de compatibilização, o alongamento na ruptura apresentou valor expressivamente alto em relação ao valor do PMMA. Verificou-se que foi possível a aplicação do método do trabalho essencial de fratura para a maioria das formulações. E observou-se que com o aumento do PMMA na formulações das blendas ocorreu uma melhoria nos valores do trabalho essencial específico de fratura (We) e uma redução nos valores do trabalho não essencial específico de fratura (βWp).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1639676 - EDSON NORIYUKI ITO
Interno - 1755267 - MARIA CAROLINA BURGOS COSTA DO NASCIMENTO
Interno - 1715105 - WANDERSON SANTANA DA SILVA
Externo à Instituição - WILTON WALTER BATISTA - UFS
Notícia cadastrada em: 01/08/2013 10:12
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao