Banca de DEFESA: DIEGO BRASIL RIBEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DIEGO BRASIL RIBEIRO
DATA: 16/02/2012
HORA: 10:00
LOCAL: auditório do NUPPRAR
TÍTULO:

INFLUÊNCIA DA ADIÇÃO DE CÁLCIO NAS PROPRIEDADES DE PASTAS GEOPOLIMÉRICAS DESTINADAS A CIMENTAÇÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO 


PALAVRAS-CHAVES:

Geopolimero, Cimentação de poços de petróleo e C-S-H.


PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Nos dias atuais a busca por novas tecnologias que possam acompanhar os desafios que surgem dia a dia na indústria do petróleo são constantes, sempre tentando melhoras as propriedades dos materiais que são utilizados, buscando o melhor desempenho e maior vida útil. Alem de busca por tecnologias que apresentem uma melhora de desempenho a procura por materiais que sejam ambientalmente corretos em todo o seu processo de produção. No ramo da cimentação de poços essa procura por novas tecnologias passa pelo desenvolvimento de sistemas de pastas que suportem as solicitações e que também sejam ecologicamente corretos. Nesse contexto que as pastas geopoliméricas apresentam-se como uma boa alternativa para a cimentação de poços de petróleo, pois alem de possuir boas propriedades, comparáveis as pastas de cimento Portland, esse material libera muito menos CO2 na produção das suas meterias primas quando comparados a produção do cimento Portland. Com o intuído de melhorar as propriedades das pastas geopoliméricas foi adicionado o óxido de cálcio, pois foi observado em outros trabalhos que pastas onde o cálcio esta presente os valores de resistência a compressão são maiores. A adição foi realizada baseada na razão molar CaO/SiO2 de 0,05, 0,10 e 0,15, foram realizados ensaios de resistência a compressão, tempo de espessamento, reologia e filtrado das pastas seguindo a API RP 10B, bem como as caracterizações físico químicas de DRX, MEV, TG, das pastas curadas. Foi observado que na maioria dos ensaios as pastas seguem uma tendência ate a razão de 0,10 que se inverte na razão de 0,15. Esse comportamento pode ser explicado por dois fenômenos que ocorrem simultaneamente, o primeiro é a quebra das cadeias poliméricas e um conseqüente aumento de mobilidade das moléculas, que prevalece ate a razão de 0,1, e o segundo é a possível aproximação das cadeias devido a capacidade do íon cálcio estabilizar as cargas de dois alumínios diferentes. Foi observado apenas a linearidade no comportamento mecânico, onde a resistência aumenta com o aumento da razão molar CaO/SiO2, que pode ser atribuído ao aparecimento da fase C-S-H. Com base nisso pode se concluir que o fenômeno de quebra das cadeias poliméricas predomina até a razão de 0,1, provocando o aumento no volume de filtrado, diminuição dos parâmetros reológicos e aumento do tempo de espessamento. A partir da razão 0,15 a aproximação das cadeias predomina e assim o comportamento se inverte.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349770 - DULCE MARIA DE ARAUJO MELO
Externo à Instituição - ERICA NATASCHE DE MEDEIROS GURGEL PINTO - UnP
Externo ao Programa - 1804366 - JULIO CEZAR DE OLIVEIRA FREITAS
Interno - 347420 - MARCUS ANTONIO DE FREITAS MELO
Notícia cadastrada em: 06/02/2012 19:01
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao