Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDA KARINE FONSECA DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FERNANDA KARINE FONSECA DE OLIVEIRA
DATA : 24/02/2021
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/uib-ygyj-mwy
TÍTULO:

Síntese e caracterização de molibdato de cério pelo método hidrotérmico assistido por micro-ondas: aplicação como sensor de gás ozônio


PALAVRAS-CHAVES:

Molibdato de cério. Método hidrotérmico assistido por micro-ondas. Propriedades microestruturais. Ozônio. Sensor


PÁGINAS: 65
RESUMO:

Os materiais a base de molibdatos metálicos têm atraído muitos estudos, devido às suas propriedades levando a inúmeras aplicações tecnológicas em diversas áreas, tais quais: fotoluminescência, fotocatálise e sensores de detecção de gases. Neste trabalho, realizamos a síntese dos nanocristais de molibdato de cério (Ce2(MoO4)3) através do método de coprecipitação seguido pelo método hidrotérmico assistido por micro-ondas (HMO) a 150 °C com diferentes tempos de síntese 15, 30 e 60 min. Este estudo mostrou que o efeito do tempo de tratamento do HMO influenciou nas propriedades microestruturais, ópticas e de detecção de gás de ozônio. As medidas de difração de raios X (DRX) e espectroscopia Raman revelaram que, as amostras apresentavam uma fase cristalina sem a presença de fase secundária e com estrutura tetragonal do tipo scheelita. As imagens de microscopia eletrônica de varredura e emissão de campo (MEV-FEG) mostraram que as condições do HMO favoreceram mudanças na morfologia do nanocristais de Ce2(MoO4)3. Ademais, a microscopia eletrônica de transmissão (TEM) apresentou as distâncias interplanares correspondente ao pico principal encontrada no difratograma de DRX, e o SAED confirmou que as amostras são policristalinas com anéis concêntricos. As medições de fotoluminescência (FL) indicaram um aumento significativo na curva de FL com o tempo de HMO, sugerindo um aumento nos defeitos intrínsecos formados durante a síntese. O desempenho de detecção de gás de nanocristais de molibdato de cério em relação ao ozônio sub-ppm níveis também foi investigado. Os experimentos revelaram recuperação completa e boa repetibilidade também como boa resposta do sensor, que foi melhorada na amostra sintetizada no tempo maior do HMO.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1802888 - FABIANA VILLELA DA MOTTA
Externo à Instituição - LUIS FERNANDO DA SILVA
Presidente - 1883170 - MAURICIO ROBERTO BOMIO DELMONTE
Notícia cadastrada em: 12/02/2021 15:37
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao