Banca de DEFESA: FABRICIO PEREIRA FEITOZA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FABRICIO PEREIRA FEITOZA DA SILVA
DATA : 19/02/2021
HORA: 15:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA PERMEABILIDADE NA INTERFACE REVESTIMENTO METÁLICO – BAINHA DE CIMENTO EM POÇOS SUBMETIDOS À INJEÇÃO DE VAPOR


PALAVRAS-CHAVES:

Cimento, revestimento metálico, Latex SBR, planejamento experimental, permeabilidade.


PÁGINAS: 97
RESUMO:

Para melhor eficiência e aumento do fator de produção de campos maduros ou de óleo pesado, são utilizados métodos de recuperação, sendo o método térmico com maior índice de sucesso. A exposição do revestimento metálico e a bainha de cimento às condições de ciclagem térmica podem provocar o surgimento de trincas, possibilitando a passagem de fluidos pela bainha de cimento decorrente da diferença de coeficiente de expansão entre os dois materiais. Isto ocasiona sérios riscos socioeconômicos e ambientais comprometendo a vida produtiva do poço. Látex do tipo SBR tem sido amplamente utilizado com objetivo de melhorar propriedades mecânicas de materiais cimentantes destinadas a poços petrolíferos. Contudo, poucos trabalhos têm apresentado novas metodologias para avaliação do desempenho desses materiais simulando fisicamente a condição de um poço (cimento/revestimento). Dentro deste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar a permeabilidade entre um revestimento de aço e uma bainha de cimento aditivado com Latex SBR, simulando condições de ciclagem térmica na qual poços de petróleo são submetidos durante a recuperação de óleos pesados por métodos térmicos. A partir de um planejamento experimental para 2 variáveis independentes, definidas como concentração de Latex SBR, variando entre 0 L/m³ e 267,36 L/m³ (0 gpc e 2 gpc), e densidade da pasta de cimento entre 1,75 g/cm³ (14,6 lb/Gal) e 1,89 g/cm³ (15,8 lb/Gal), foi estudada o comportamento da permeabilidade. Os resultados mostraram que a variação da densidade, teve maior significância nas amostras que foram submetidas às condições de temperatura estática do poço (68 °C). Foi observado também que o aumento da concentração de Latex SBR contribuiu para uma melhor aderência da matriz de cimento ao revestimento, favorecendo positivamente nos resultados das amostras que foram expostas a temperatura de injeção de vapor (300 °C). O planejamento experimental auxiliou na redução do número de experimento ou repetições e melhora a interpretação dos resultados obtidos, consequentemente, determinar as melhores condições de formulação de pastas aplicáveis em operação de cimentação de poços de petróleo sujeito à injeção de vapor.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BRUNO LEONARDO DE SENA COSTA - UFRN
Externa à Instituição - FABIOLA DIAS DA SILVA CURBELO - UFPB
Externo ao Programa - 1804366 - JÚLIO CÉZAR DE OLIVEIRA FREITAS
Presidente - 6347420 - MARCUS ANTONIO DE FREITAS MELO
Notícia cadastrada em: 01/02/2021 07:48
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao