Banca de DEFESA: ARTHUR GABRIEL FERREIRA DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ARTHUR GABRIEL FERREIRA DE OLIVEIRA
DATA : 26/07/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do DFTE
TÍTULO:

OBTENÇÃO DOS COMPÓSITOS Al2O3 – 5%Ni e Al2O3 – 5%Nb UTILIZANDO A TECNOLOGIA DO PÓ E A MOAGEM DE ALTA ENERGIA


PALAVRAS-CHAVES:

Alumina, Compósitos, Moagem de Alta Energia, Tecnologia dos Pós.


PÁGINAS: 102
RESUMO:

Os materiais para ferramentas de corte à base de alumina têm sido bastante estudados, principalmente no que diz respeito a otimizar propriedades como a tenacidade à fratura, muitas vezes deficiente nesses materiais. O presente trabalho teve como objetivo estudar a influência da moagem de alta energia na obtenção dos compósitos a base de alumina com adição de níquel e nióbio utilizando a rota da tecnologia dos pós no processamento do material. Os compósitos à base de alumina com adição de 5% de Níquel e com 5% de nióbio foram preparados utilizando pós submetidos a mistura mecânica e moagem de alta energia. A mistura mecânica foi realizada manualmente e a moagem foi realizada em um moinho planetário de alta energia utilizando os tempos de 5, 10, 20 e 40 horas. Os pós misturados e moídos foram compactados em prensa uniaxial à 700 MPa e sinterizados em forno à vácuo a 1450⁰C por 1 hora. As amostras foram caracterizadas quanto as propriedades físicas e mecânicas. A microestrutura foi analisada por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Foi realizada a Espectroscopia de Energia Dispersiva (EDS) com mapeamento. A Difração de Raios X (DRX) com refinamento Ritveld foi utilizada para cálculo dos tamanhos dos cristalitos. A densidade foi obtida pelo método de Arquimedes e a dureza e tenacidade a fratura pelo comprimento crítico de trinca. Os resultados do processamento dos pós indicaram a gradativa redução do tamanho de partículas dos pós com aumento da área superficial, além da redução do tamanho de cristalito e início do processo de amorfização. Em relação a consolidação dos pós após a sinterização, observou-se que o aumento do tempo de moagem para o compósito Al2O3 – 5% Ni, no geral, melhorou as propriedades. Foram obtidas densidade em torno de 96%, dureza de 1480 HV e tenacidade à fratura de 4,75 MPa.m1/2 para o tempo de 40 horas de moagem. Já para o sistema Al2O3 – 5% Nb, a moagem de alta energia em até 5 horas já provoca um aumento nos valores de densidade para 95,5%, dureza de 1329 HV e tenacidade à fratura de 4,30 MPa.m1/2.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ARIADNE DE SOUZA SILVA - UFRN
Externo à Instituição - CLODOMIRO ALVES JUNIOR - UFERSA
Externo ao Programa - 2613355 - FRANCINE ALVES DA COSTA
Externo à Instituição - MARCELLO FILGUEIRA - UENF
Presidente - 345842 - UILAME UMBELINO GOMES
Notícia cadastrada em: 16/07/2019 18:09
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao