Banca de QUALIFICAÇÃO: DENER DA SILVA ALBUQUERQUE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DENER DA SILVA ALBUQUERQUE
DATA : 19/07/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório do NUPPRAR
TÍTULO:

Titanatos de Cobre e Ferro como Transportadores Sólidos de Oxigênio para Utilização em Processos de Combustão com Recirculação Química


PALAVRAS-CHAVES:

Transportadores de Oxigênio, captura de CO2, Combustão por recirculação Química (CLC), Titanatos de Ferro, Titanatos de Cobre.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

A emissão de CO2, proveniente da combustão de combustíveis fósseis, associada à demanda global crescente de energia, é um fator que contribui diretamente para o aquecimento global. Considerando que as emissões de CO2 causam graves consequências ocasionadas por esse gás, vários pesquisadores em todo o mundo têm desenvolvido tecnologias que minimizem essas emissões, facilitando o processo de Captura e Armazenamento de CO2 (CAC). Entre as tecnologias, destaca-se o processo de combustão por recirculação química, do inglês Chemical Looping Combustion (CLC) o qual promove a combustão indireta do combustível através de transportadores de oxigênio, produzindo uma combustão livre de N2, o que evita a formação de compostos como o NOx e facilita a captura de CO2 sem custos adicionais de separação. Desta forma, esta tese de doutorado tem como objetivo sintetizar, caracterizar e testar transportadores de oxigênio à base de Titanatos de cobre e ferro para utilização em processos de combustão com recirculação química. Os transportadores de oxigênio (TO) foram sintetizados com base em cálculos estequiométricos pelo método dos precursores poliméricos. As técnicas e metodologias de caracterização empregadas foram: Fluorescência de raios X (FRX), Difração de raios X (DRX), Espectroscopia Mössbauer (EM), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV-FEG) com EDS, Redução à Temperatura Programada (TPR), a reatividade por termogravimetria (TG) , capacidade de transporte de Oxigênio (Roc) e o índice de velocidade dos ciclos de redução e oxidação. A composição química de cada titanato de ferro e cobre foi estimada por fluorescência de raios X. Através da difratometria de raios X e do refinamento Rietveld e Espectroscopia Mössbauer foram identificadas as principais fases reativas como Fe2TiO5 e Fe2O3 para os titanatos de ferro e a fase CuO para o titanato de cobre. Através da análise de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV-FEG) com EDS foram analisadas as morfologias dos (TO) e a distribuição das fases ativas pela superfície de cada TO. Durante as análises de TPR, essas fases ativas foram submetidas, respectivamente, à atmosfera de H2 e, posteriormente, ao ar sintético e apresentaram boa capacidade de redução e oxidação. Através do consumo de H2 utilizado para redução de cada fase, foi calculado o Roc experimental dos transportadores de oxigênio. A reatividade das amostras foi avaliada via termogravimetria com gás metano (CH4) por ciclos de redução e oxidação. Pelas características estruturais e pelos testes de reatividade desses materiais, conclui-se que tanto o titanato de ferro como o de cobre possuem requisitos necessários para serem utilizados nos processos de combustão por recirculação química (CLC).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349770 - DULCE MARIA DE ARAUJO MELO
Externa ao Programa - 1979301 - RENATA MARTINS BRAGA
Externo à Instituição - RODOLFO LUIZ BEZERRA DE ARAÚJO MEDEIROS - UFRN
Externo à Instituição - RODRIGO CÉSAR SANTIAGO - UFERSA
Notícia cadastrada em: 10/07/2019 16:02
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao