Banca de QUALIFICAÇÃO: RICARDO EUGENIO BARBOSA RAMOS FILHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RICARDO EUGENIO BARBOSA RAMOS FILHO
DATA : 13/05/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala I11 - Setor de aulas IV
TÍTULO:

TIJOLOS RESÍDUO-CIMENTO DE RESÍDUOS DO BENEFICIAMENTO DE SCHEELITA, DA BRITAGEM DE ROCHAS E MANIPUEIRA


PALAVRAS-CHAVES:

Resíduos da mineração, resíduos da agroindústria, tijolos resíduo-cimento, tijolo ecológico, manipueira.


PÁGINAS: 100
RESUMO:

Uma das maiores consumidoras dos recursos naturais existentes no planeta é a indústria de construção civil. Do extrativismo mineral são geradas toneladas de resíduos para se utilizar apenas o produto beneficiado, gerando impactos ambientais. Os resíduos podem ser utilizados como subprodutos para diversas indústrias destacando-se a indústria da construção. A agroindústria tem gerado resíduos impactantes como no caso da manipueira que se torna um efluente danoso devido sua toxidade pelo excesso de cianeto livre. Diversas pesquisas têm sido realizadas com a utilização de resíduos em materiais de construção, destacando-se a incorporação de resíduos em tijolos solo-cimento. Esse tijolo é também chamado de tijolo ecológico por não ser necessário tratamento térmico para sinterização dos argilominerais, porém a extração do solo, quando não adequada, também promove impactos ambientais, podendo provocar desmatamento, assoreamento de rios, dentre outros impactos. Esse trabalho científico consiste na aplicação conjunta dos resíduos do beneficiamento de scheelita (RS) e de britagem de rochas (RB) com o uso de manipueira em substituição à água para produção de tijolos resíduos-cimento que possuam propriedades físicas e químicas adequadas para uso pela sociedade. Por meio da utilização de pesquisa e método científico foi realizado um planejamento experimental com verificação de ensaios, utilizando-se da engenharia de materiais na análise da microestrutura, processamento e propriedades. Foi realizada a caracterização física, química e mineralógica dos materiais e em seguida o ensaio de compactação para se avaliar a melhor combinação da mistura de resíduos que foi de 50% de RS e 50% de RB. Foram realizados ensaios com corpos de prova cilíndricos com cimento e cal hidratados com água a fim de se determinar o uso e composição dos aglomerantes para produção dos tijolos que foram produzidos com cimento nos teores de 6%, 9% e 12% com utilização de manipueira em substituição à água para 7 e 28 dias de cura, realizando-se os ensaios de resistência à compressão simples e absorção de água. As formulações de 6% apresentaram valores médios de 2MPa e as formulações de 9 e 12% de cimento ficaram com todos os valores acima de 2 MPa, não havendo mudança significativa da resistência à compressão simples com o tempo de cura de 7 a 28 dias, apresentando resultados superiores a tijolos solo-cimento com 12% de cimento nas mesmas condições realizadas nesse trabalho. Os resultados do ensaio de absorção de água foram todos abaixo de 20%. O uso da manipueira foi fundamental para melhoria na plasticidade, dando coesão entre as partículas. As imagens fornecidas pelo MEV apresentaram morfologias semelhantes as fases cimentícias de portlandita, etringita e silicatos de cálcio hidratados. Pode-se concluir que os objetivos dessa tese foram alcançados com obtenção de um tijolo ecológico sem uso de solo e com uma adequada combinação entre resíduos, tendo reduzido teor de cimento, contribuindo para redução de impactos ambientais e podendo ser utilizado para alvenaria de vedação conforme norma NBR 13553, gerando uma construção sustentável.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2351540 - PAULO ALYSSON BRILHANTE FAHEINA DE SOUZA
Externa à Instituição - PRISCYLLA CINTHYA ALVES GONDIM - IFRN
Externa à Instituição - SHEYLA KAROLINA JUSTINO MARQUES - IFAl
Externo à Instituição - VAMBERTO MONTEIRO DA SILVA - IFPB
Presidente - 1149564 - WILSON ACCHAR
Notícia cadastrada em: 30/04/2019 08:12
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao