Banca de QUALIFICAÇÃO: ONÉCIMA BIATRIZ DE MEDEIROS RAMALHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ONÉCIMA BIATRIZ DE MEDEIROS RAMALHO
DATA : 12/11/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala F1 do Setor de Aula IV
TÍTULO:

ESTUDO DA ATIVIDADE FOTOCATALÍTICA E ANTIMICROBIANA DE TiO2 DOPADA COM Fe+3 e Pb+2 OBTIDAS VIA MÉTODO SONOQUÍMICO


PALAVRAS-CHAVES:

TiO2, dopagem, co-dopagem, fotocatálise, atividade antimicrobiana


PÁGINAS: 74
RESUMO:

Com o crescimento da economia e, consequentemente, das indústrias os efluentes descartados no meio ambiente tendem a aumentar, fazendo com que seja necessário tomar medidas para que esses resíduos eliminados não causem danos ao meio ambiente. Os efluentes provenientes de indústrias têxteis possuem uma difícil degradação pelos métodos tradicionais de tratamento, fazendo com que novos métodos necessitem ser utilizados. Os processos oxidativos avançados (POAs) são uma alternativa para a degradação de poluentes orgânicos e vêm sendo muito utilizado devido ao seu potencial para degradar efluentes. O TiO2 é um material bastante abundante na crosta terrestre e vem sendo investigado devido as suas boas propriedades fotocatalíticas, principalmente quando aliado a dopantes e co-dopantes metálicos e/ou semi-metálicos. Neste trabalho, nanopartículas de TiO2 foram dopadas e co-dopadas com Fe+3 e Pb+2, e vice-versa, utilizando diferentes porcentagens (1, 3 e 7% mol). As amostras foram preparadas pelo método sonoquímico e não necessitaram de um posterior tratamento térmico. As fases obtidas foram caracterizadas por difração de raios-x (DRX), as morfologias das partículas analisadas em microscopia eletrônica de transmissão (MET), e as propriedades ópticas por espectroscopia UV-Visível (UV-Vis). A atividade fotocatalítica foi medida através da degradação do corante azul de metileno (MB) irradiado por radiação UV e a atividade antimicrobiana frente às bactérias gram positivas (Staphylococcus aureus) e gram negativas (Escherichia coli). Os padrões de DRX exibiram somente a fase anatase do TiO2, mesmo utilizando a porcentagem máxima de dopantes. A análise de MET mostrou que as partículas de TiO2 puro encontram-se aglomeradas e que com a adição do íon Fe3+, estas partículas são mais desaglomeradas, bem como o tamanho de partículas é reduzido. A análise de UV-Vis mostrou que a adição de dopantes na rede da titânia reduz a energia de banda (Egap). Os resultados dos testes de fotocatálise indicaram que a adição de dopantes e co-dopantes reduz a atividade fotocatalítica quando comparada ao TiO2 puro sintetizado. A atividade antimicrobiana também foi investigada e as amostras TiO2:1%Fe:3%Pb, TiO2:1%Pb:1%Fe e TiO2:1%Pb:3%Fe apresentaram uma zona de inibição, indicando o efeito antibacteriano das amostras, enquanto as demais amostras não apresentaram efeito antibacteriano satisfatório.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1802888 - FABIANA VILLELA DA MOTTA
Interno - 1883170 - MAURICIO ROBERTO BOMIO DELMONTE
Externo à Instituição - VINÍCIUS DANTAS DE ARAÚJO - UFRPE
Notícia cadastrada em: 01/11/2018 16:30
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao