Banca de QUALIFICAÇÃO: CLARA JÉSSICA DE MEDEIROS SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLARA JÉSSICA DE MEDEIROS SILVA
DATA : 25/06/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aulas do PPGCEM
TÍTULO:

CARACTERIZAÇÃO DA RESINA ACRÍLICA ODONTOLÓGICA AUTOPOLIMERIZÁVEL EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES EM MASSA


PALAVRAS-CHAVES:

Resina acrílica odontológica autopolimerizável, PMMA, caracterizações físicas, caracterizações mecânicas, biodegradabilidade


PÁGINAS: 83
RESUMO:

A resina acrílica odontológica autopolimerizável é um dos materiais mais utilizados para aplicações em próteses, devido à sua fácil manipulação, as suas propriedades físicas e mecânicas, estabilidade química e aparência estética, biocompatibilidade e baixo custo. O produto é comercializado em dois componentes: um sólido na forma de pó, que contém partículas pré-polimerizadas de poli(metacrilato de metila) (PMMA) e um líquido, que contém o monômero MMA. Devido às condições de trabalho dos locais onde a resina é manipulada, mudanças entre a proporção de pó e líquido podem ocorrer, levando à modificações das propriedades físicas deste material. Por esse motivo, este presente estudo busca avaliar as mudanças das propriedades físicas da resina acrílica odontológica autopolimerizável, mudando-se as proporções de pó e líquido. Os materiais utilizados foram obtidos de três fabricantes diferentes, chamadas de AM1, AM2 e AM3, em três diferentes proporções: a recomendada pelo fabricante do material, uma composição com a mesma concentração de pó e monômero e outra composição com o dobro de pó do que monômero. Os materiais foram caracterizados por ensaios de: porosidade, absorção de água, ângulo de contato, microscopia de força atômica (AFM), dureza Shore D, impacto Izod, microscopia eletrônica de varredura (MEV) e biodegradabilidade. Os resultados obtidos mostraram que na proporção recomendada pelo fabricante a resina AM1 apresentou os melhores resultados em todas as técnicas de caracterização usadas; enquanto que a resina AM2, nessa mesma proporção, exibiu bons resultados de impacto Izod, biodegradabilidade e absorção de água. A resina AM3, obteve os melhores resultados na composição de menor concentração de massa. Na proporção de maior concentração de massa, os resultados das resinas AM1 e AM3 foram inferiores aos do recomendado pelo fabricante, enquanto que a resina AM2 exibiu baixa porosidade, alta dureza Shore D e boa molhabilidade. Nas formulações de menor concentração de massa, ambas as resinas AM1 e AM2 apresentaram resultados inferiores ao recomendado pelo fabricante. Conclui-se nesta etapa do trabalho que, embora nenhum material de uso odontológico obtenha todos os requisitos desejados, é importante que a composição utilizada para a fabricação desses materiais, seja a que mais se alcance um equilíbrio de caracterísiticas de desempenho.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1989838 - CAROLINE DANTAS VILAR WANDERLEY
Presidente - 1639676 - EDSON NORIYUKI ITO
Externo ao Programa - 2318723 - SERGIO ADRIANE BEZERRA DE MOURA
Notícia cadastrada em: 30/05/2018 09:25
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao