MÓDULO - MATERIAIS PARA PILHAS DE COMBUSTÍVEL

Bom dia, 

Prezados alunos, 

O PPGCEM ofertará o módulo "Materiais para pilhas de combustível", a ser ministrado pelo Prof. Filipe Figueiredo (Universidade de Aveiro/Portugal) nos dias 17/04 (manhã), 18/04 (tarde) e 19/04 (tarde). 

Para se matricular, basta acessar o SIGAA e solicitar matrícula no componente "CEM202 - TOPICS IN MATERIALS SCIENCE AND ENGINEERING III". O módulo foi aberto para 15 vagas apenas. 

Segue um sumário do curso: 

"O seminário tem como objetivo apresentar o estado da arte em materiais para pilhas de combustível, destacando os sistemas para alta temperatura baseados em eletrólitos cerâmicos e os sistemas de baixa temperatura centrados em eletrólitos poliméricos. Pretende-se também apresentar um conjunto de linhas diretoras para o desenvolvimento das futuras gerações de materiais, nomeadamente através da química de defeitos, da engenharia das fronteiras de grão e do desenvolvimento controlado de interfaces. O seminário está organizado em três momentos. A primeira Aula 1 inicia-se com o enquadramento da tecnologia das pilhas de combustível, referindo, para além das questões societais associadas à sustentabilidade e da energia, o princípio de funcionamento, os tipos de pilhas de combustível e suas vantagens e desvantagens numa base comparativa entre as diferentes tipologias, e face a outros sistemas de conversão de energia. Depois são apresentados os materiais para pilhas combustível de eletrólito sólido óxido (SOFC), destacando os eletrólitos e os elétrodos e onde se abordam novas estruturas e a química de defeitos como princípios relevantes para o desenvolvimento de novos materiais. A aula 2 continua centrada nos materiais cerâmicos para introduzir a engenharia de fronteiras de grão como instrumento para a otimização de materiais existentes e o desenvolvimento dos denominados meta-materiais, cujas propriedades são essencialmente determinadas por interfaces e distribuição espacial de cargas. Termina-se na aula 3 apresentando os sistemas de baixa temperatura (< 200 °C) baseados em eletrólitos poliméricos com condução protónica (PEM) e de iões hidróxido aniónicos (AEM), destacando-se os mecanismos de transporte iónico nestes materiais. São apresentados também novas famílias de materiais orgânicos e híbridos orgânicos-inorgânicos. Termina-se com uma referência aos materiais de origem biológica com potencial aplicação nas futuras gerações da tecnologia, que desejavelmente assegurarão o paradigma da sustentabilidade oferecido pelo hidrogénio enquanto vetor energético". 

Atenciosamente, 
PPGCEM.

Notícia cadastrada em: 16/04/2018 15:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao