Banca de DEFESA: EMANOELA PEREIRA DE MATTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EMANOELA PEREIRA DE MATTOS
DATA : 25/08/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aulas do PPGCEM
TÍTULO:

BRASAGEM A ALTA TEMPERATURA DE AÇOS INOXIDÁVEIS LEAN DUPLEX E DUPLEX COM FITAS AMORFAS À BASE DE NÍQUEL


PALAVRAS-CHAVES:

Brasagem a alta temperatura, Fitas amorfas a base de Ni, Aço inoxidável austenítico, Aço inoxidável duplex, Aço inoxidável lean duplex, Intermetálicos.


PÁGINAS: 140
RESUMO:

Aços inoxidáveis duplex, caracterizados pela microestrutura bifásica com frações similares de ferrita e austenita, vêm ampliando sua aplicação em diversos campos, em detrimento do uso de tradicionais aços inoxidáveis austeníticos e ferríticos, em particular nas indústrias químicas e petroquímicas onde atendem vantajosamente requisitos de resistência mecânica e à corrosão em meios agressivos. Para fabricação de componentes com geometrias complexas e/ou com chapas de reduzida espessura os processos mais indicados são soldagem por difusão no estado sólido e a brasagem a alta temperatura (BAT) em detrimento dos métodos convencionais de soldagem por fusão. Neste contexto este trabalho descreve inicialmente resultados de testes de BAT no aço inoxidável austenítico AISI 316L, explorando a aplicabilidade dessa tecnologia como rota alternativa de fabricação para trocadores de calor compactos. Além disso, como objetivo principal do trabalho foram avaliados mais detalhadamente diferentes sistemas de brasagem formados por 3 aços inoxidáveis duplex e 5 diferentes ligas de adição a base de níquel. Como metais de base foram empregadas chapas dos aços inoxidáveis lean duplex UNS S32101 e UNS S32304 e duplex UNS S32205 e como metais de adição, fitas amorfas a base de níquel com diferentes quantidades de elementos de liga como Cr, Fe e em especial os metaloides Si, B, P e C. O processo de brasagem foi realizado em alto vácuo (10-4 mbar) sob temperaturas de 1020, 1100 e 1160°C por tempos de 30 minutos e 1 hora. Realizou-se ainda ensaio de brasagem em cunha a 1020°C com tratamento térmico posterior (1000 e 1100°C por 60 e 120 minutos) para o aço lean duplex UNS S32101 com liga de adição contendo P afim de determinar o comportamento dos intermetálicos na junta. A caracterização das juntas brasadas quanto à integridade microestrutural dos aços, presença de fases intermetálicas na zona de fusão e na interface metal base/metal de adição foi realizada por microscopia óptica (MO), microscopia eletrônica de varredura de emissão de campo (MEV/FEG), espectroscopia de energia dispersiva (EDS), difração de elétrons retroespalhados (EBSD), difração de raios-X (DR-X) e microdureza Vickers. O metal de adição com melhor desempenho é a liga com adição de Si-B, apresentando na zona de brasagem fase γ-Ni continua com precipitação dispersa de boretos e nitretos. O aço inoxidável lean duplex UNS S32101 mostrou fenômeno de alto crescimento de grão ferrítico sob vácuo a temperaturas superiores a 1100 C, tanto na superfície livre como na interface de brasagem. Discute-se a influência da atmosfera de brasagem na perda por sublimação dos elementos Mn e N, bem como do teor de B no metal de adição na ocorrência desse efeito.

 



MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALOISIO NELMO KLEIN - UFSC
Presidente - 2156996 - AUGUSTO JOSE DE ALMEIDA BUSCHINELLI
Externo ao Programa - 1938946 - NICOLAU APOENA CASTRO
Interno - 1350249 - RUBENS MARIBONDO DO NASCIMENTO
Externo à Instituição - WANDERSON SANTANA DA SILVA - UFSC
Notícia cadastrada em: 15/08/2017 13:09
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao