Banca de QUALIFICAÇÃO: PABLO RODRIGO PADILHA HONÓRIO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PABLO RODRIGO PADILHA HONÓRIO
DATA : 04/07/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aulas do PPGCEM
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE MARCADORES POR TRAÇOS DE ELEMENTOS QUÍMICOS PARA IDENTIFICAÇÃO DE CABOS ELÉTRICOS VIA FLUORESCÊNCIA DE RAIOS X.


PALAVRAS-CHAVES:

Marcadores químicos. Identificação. FRX.


PÁGINAS: 55
RESUMO:

O presente trabalho tem como objetivo o estudo e desenvolvimento de marcadores por traços de elementos químicos para identificação de cabos elétricos de alumínio e de cobre por meio da técnica analítica de espectroscopia por fluorescência de raios-X (FRX) com uso de equipamento portátil. O desenvolvimento dos marcadores químicos tem como propósito tentar solucionar ou minimizar o crescente problema de furtos de cabos elétricos no país, o qual tem causado enormes prejuízos e transtornos para empresas e população. Neste sentido, foram desenvolvidos marcadores utilizando um verniz de base poliéster e uma resina epóxi, as quais foram dopadas com partículas de Cr2O3. Os marcadores foram produzidos com adições de 1 %, 2 %, 5 % e 10 % do peso em massa de Cr2O3 nas resinas poliméricas e foram aplicadas em cabos de alumínio nus e de cobre revestidos. Após a aplicação dos marcadores, os cabos foram analisados via FRX, em seguida fundidos, e novamente analisados via FRX, com o objetivo de se verificar a permanecia do elemento Cr usado como marcador, mesmo após uma possível reciclagem dos cabos. Os resultados mostraram que as partículas de Cr2O3 são eficientes para identificação do elemento Cr via FRX de laboratório, mesmo com apenas 1 % de adição de peso em massa na superfície de cabos de Al e Cu, contudo, não é suficiente para identificação após a refusão dos condutores. Os marcadores contendo 2 e 5 % de Cr2O3 se mostraram pouco eficientes na identificação do Cr após refusão. A capacidade de permanência do Cr após a refusão dos condutores contendo marcadores com 10 % Cr2O3 e o limite de detecção de equipamentos portáteis precisam ser melhor avaliados na sequência do projeto. Apesar de se mostrar eficiente, o Cr2Onão é interessante para aplicação em questão devido sua coloração verde. Uma rota alternativa seria utilizar Cr metálico em pó na confecção de marcadores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2156996 - AUGUSTO JOSE DE ALMEIDA BUSCHINELLI
Interno - 1883170 - MAURICIO ROBERTO BOMIO DELMONTE
Interno - 1938946 - NICOLAU APOENA CASTRO
Notícia cadastrada em: 14/06/2017 09:17
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao