Banca de QUALIFICAÇÃO: RENATA PRISCILLA DE ARAUJO SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RENATA PRISCILLA DE ARAUJO SOUZA
DATA: 18/12/2015
HORA: 14:00
LOCAL: sala de aulas PPGCEM
TÍTULO:

SÍNTESE DE  NANOESTRUTURAS   ZnO/Ag  VIA HIDROTERMAL ASSISTIDA POR MICROONDAS, CARACTERIZAÇÃO E  ESTUDO DAS PROPRIEDADES   FOTOCATALÍTICAS.


PALAVRAS-CHAVES:

Nanotecnologia, Óxido de Zinco, Prata, Fotodegradação e Antibacteriana.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

A nanotecnologia assegura promessas de imensas melhorias nas tecnologias de produção, eletrônicos, telecomunicações, biomedicina e remediação do meio ambiente. Isto envolve a produção e utilização de diversos tipos de nanomateriais, que são estruturas com tamanhos da faixa de 1 a 100 nm e que apresentam propriedades únicas não encontradas em materiais na escala macrométrica. Esses materiais, especialmente quando semicondutores de óxidos metálicos modificados, são de grande interesse  entre os pesquisadores e trazem consigo possibilidades interessantes de concepção de propriedades, assim abrem aplicações em novos campos. Materiais que combinam prata e oxido de zinco (ZnO) têm atraído a atenção porque já são usados com sucesso como sensores, dispositivos eletrônicos, fotodegradador, fotoeletrônicos  e possuem considerável bioatividade. Neste contexto, foi  sintetizado, nanoestruturas de ZnO dopadas com Ag e foi obtido um material com propriedade fotocatalítica que em meio aquoso o mesmo realiza efetivamente o Processo Oxidativo Avançado (POA), que é baseado na formação de radicais hidroxilas (HO·), agentes altamente oxidantes. Dessa maneira, a pesquisa foi dividida em duas partes, a primeira é síntese do ZnO-Ag que ocorreu  através  de um novo método químico, o método hidrotermal acoplado em forno microondas doméstico. Tal método possibilitou à obtenção de nanomateriais em temperaturas baixas e em curto tempo, além de proporcionar o controle das características e propriedades físicas dos materiais que foram obtidos. Desse modo, amostras de ZnO-Ag foram sintetizadas  a 100 °C, a  partir  de  acetato de zinco di-hidratado (Zn(CH3COO)2.2H2O; Alfa Aesar) e nitrato de prata (AgNO3; Strem Chemicals) como dopante em concentração de 1 e 2%. A seguir foi adicionado PVP (como agente sufactante),  juntamente com HMTA (C6H12N4; Alfa Aesar) como agente redutor/agente de precipitação. Em seguida as soluções obtidas foram sintetizadas por 10 e 30 min respectivamente.  A etapa final consistirá na dispersão das partículas em matriz polimérica de PVA, pelo método de fundição, contendo 1, 2, e 4 % em massa. As nanopartículas obtidas foram  caracterizadas pelo método de Difração de Raios-X (DRX),  Microscopia Eletrônica de Varredura de Efeito de Campo (FEG), espectroscopia Raman, espectrofotometria e fotoluminescência.  Além disso, o nanomaterial foi testado em um fotoreator para avaliar sua efetividade na degradação do corante Alaranjado de Metila. O nanocomposito de matriz polimérica será irradiado com luz ultravioleta (UV) durante 96 horas e caracterizados por análises térmicas de TG, DSC e Microscopia Eletrônica de Varredura de Efeito de Campo (FEG). A atividade antibacteriana  do mesmo será testada contra Staphylococcus aureus e Escherichia coli de acordo com a norma ISO 22196.  A relação entre a variação de nanopartículas dispersas e atividade antibacteriana contra bactérias Gram-positivas e Gram-negativas será investigada.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1300987 - CARLOS ALBERTO PASKOCIMAS
Interno - 1802888 - FABIANA VILLELA DA MOTTA
Externo ao Programa - 2941160 - JOSE HERIBERTO OLIVEIRA DO NASCIMENTO
Interno - 1883170 - MAURÍCIO ROBERTO BOMIO DELMONTE
Notícia cadastrada em: 04/12/2015 12:10
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao