Banca de DEFESA: HÉRIK DANTAS DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HÉRIK DANTAS DE LIMA
DATA: 19/12/2014
HORA: 07:30
LOCAL: sala de aulas do PPGCEM
TÍTULO:

COMPORTAMENTO DE COMPÓSITOS Nb-15%pCu OBTIDOS POR MOAGEM DE ALTA ENERGIA E SINTERIZADOS POR FASE LÍQUIDA


PALAVRAS-CHAVES:

Compósito metálicos, Moagem de Alta energia, Nióbio-Cobre.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

            Existe uma grande dificuldade na formação de um compósito do metal refratário de nióbio com o cobre. Isto se deve ao fato de que o sistema Nb-Cu é quase mutuamente imiscível, podendo ser desprezada a solubilidade entre eles. Estas propriedades dificultam ou impedem, por sinterização, a obtenção de estruturas homogêneas e de alta densidade, convencionalmente preparadas. Este trabalho tem por objetivo a utilização do processo de moagem de alta energia (MAE) para transpor as dificuldades naturais e tornar possível a sinterização deste compósito. A MAE e a prensagem, são utilizadas para a preparação dos pós, para que se obtenha uma fina e homogênea distribuição de tamanho de grãos, melhorando assim as condições para a sinterização do material, resultado que pode ser verificado neste trabalho e que também foram avaliados. Quatro cargas de pós de Nb e Cu contendo 15% em massa de Cu foram então moídos por MAE em um moinho de bolas tipo planetário, sob diferentes períodos e velocidades de moagem. Os resultados obtidos pela MAE foram analisados através da microscopia eletrônica de varredura (MEV), de acordo com os parâmetros de tempo e velocidade de moagem. Amostras foram compactadas sob força 200 MPa, em seguida suas densidades verdes foram medidas e finalmente estas amostras foram sinterizadas por fase líquida em um forno à vácuo.  Depois utilizamos a técnica de caracterização de difração de raios-X para a identificação das fases. As microestruturas das amostras sinterizadas, foram observadas e avaliadas através de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Foram feitos ensaios de microdureza Vickers, com suas propriedades analisadas de acordo com os parâmetros de obtenção do compósito. Podemos afirmar que os melhores resultados dos sinterizados se deram para os maiores tempos de moagem e para as maiores velocidades de moagem. Como consequência, verificamos que a sinterização por fase líquida destas amostras que foram processadas por MAE, produziu no final uma estrutura homogênea e densificada.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ARIADNE DE SOUZA SILVA - UFERSA
Externo ao Programa - 2613355 - FRANCINE ALVES DA COSTA
Externo à Instituição - MARCELLO FILGUEIRA - UENF
Presidente - 345842 - UILAME UMBELINO GOMES
Notícia cadastrada em: 08/12/2014 10:05
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao