Banca de DEFESA: EDVALDO GONÇALVES SOBRAL

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDVALDO GONÇALVES SOBRAL
DATA: 25/03/2014
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aulas PPGCEM
TÍTULO:

ESTUDO DE ELETRÓLITOS POLIMÉRICOS DE BLENDAS ÁGAR-XANTANA E ÁGAR-GELANA: (síntese e caracterização)

 


PALAVRAS-CHAVES:

Ágar, Xantana, Gelana, Eletrólitos Poliméricos, Condutividade Iônica.


PÁGINAS: 139
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Os eletrólitos poliméricos obtidos de polímeros naturais vem sendo muito utilizados nos últimos tempos devido as suas características de biodegradação, bem como, baixo custo de obtenção e boas propriedades físico-químicas. Neste trabalho é descrito a síntese e caracterização de novos eletrólitos poliméricos de biopolímeros à base de ágar, xantana e gelana. Foram preparadas blendas ágar-xantana com doadores de prótons de ácido acético (CH3COOH), blendas ágar-xantana com íons de perclorato de lítio (LiClO4), também foram preparadas blendas ágar-gelana com doadores de prótons CH3COOH e blendas ágar-gelana com íons de LiClO4. As blendas foram obtidas em filmes e caracterizadas utilizando análises térmicas (TGA, DSC), análises estruturais de difração de raios-x (DRX), espectroscopia de infravermelho (FT-IR), espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS) e visualização da superfície das amostras através de microscopia eletrônica (MEV). Todas as blendas apresentaram-se com baixa cristalinidade, com estruturas predominantemente amorfa, transparentes, com ótima maleabilidade, boa homogeneidade e aderência ao vidro, características devida à boa plasticidade exibida pelos biopolímeros usados. Obteve-se blendas ágar-xantana com CH3COOH com transição vítrea (Tg), variando de -44,90ºC a -80,13ºC, estas variações de Tg propiciaram o aumento do estado amorfo dos filmes, como também aumentaram os movimentos das cadeias poliméricas resultando diretamente em aumento da condutividade iônica conforme verifica-se nos diagramas de impedância de Nyquist, variando de 1,8580X10-5 S.cm-1 a 3,3353X10-5S.cm-1. As blendas que apresentaram as melhores condutividades iônicas foram as blendas ágar-gelana com LiClO4, com Tg variando de -26,26ºC a -65,62ºC; a grande plasticidade da gelana aliada aos íons lítio levaram á estas blendas um maior movimento das cadeias poliméricas resultando em maiores valores de condutividade iônicas demonstrados através dos diagramas de impedância de Nyquist, com condutividade variando de 3,8719X10-5S.cm-1 a 6,8329X10-5S.cm-1.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1300987 - CARLOS ALBERTO PASKOCIMAS
Interno - 1298936 - ANTONIO EDUARDO MARTINELLI
Interno - 1350249 - RUBENS MARIBONDO DO NASCIMENTO
Externo à Instituição - DJANE SANTIAGO DE JESUS - IFBA
Externo à Instituição - JOSÉ MÁRIO ARAÚJO - IFBA
Notícia cadastrada em: 25/03/2014 07:57
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao