Banca de DEFESA: YANKEL BRUNO FONTES SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: YANKEL BRUNO FONTES SILVA
DATA: 17/03/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET)
TÍTULO:

ESTUDO DA VIABILIDADE DO PROCESSO DE RECICLAGEM DO MATERIAL DESCARTADO DO SISTEMA ZIRKONZAHN® DE PRODUÇÃO DE PRÓTESES DENTÁRIAS.


PALAVRAS-CHAVES:

Prótese dentária, zircônia, resíduo, uniaxial, isostática.


PÁGINAS: 130
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Na atualidade, o material de escolha para execução de trabalhos protéticos estéticos em odontologia é o cerâmico. Dentre eles, as cerâmicas a base de zircônia estabilizada com 3% de ítria (3Y-TZP) se destacam por apresentarem excelentes propriedades físicas e mecânicas. Durante a usinagem dos blocos de zircônia em laboratório para preparo dos diversos tipos de prótese, grande parte do material é desprendida na forma de pó, que posteriormente é descartado. O desperdício deste material resulta em prejuízo financeiro, refletindo em elevado custo final no tratamento para os pacientes, além de prejuízo para o meio ambiente, graças aos processos envolvidos na fabricação e descarte da cerâmica. Esta pesquisa, pioneira na reciclagem do pó de óxido de zircônia obtido durante a fresagem de coroas e pontes dentárias, destaca-se nos aspectos social e ambiental e tem como objetivo, estabelecer um protocolo de reaproveitamento de resíduos (pó de zircônia do sistema Zirkonzahn®) descartados para a obtenção de um novo bloco de zircônia compactado que mantenha as mesmas propriedades mecânicas e microestruturais do material comercial importado de alto custo. Para comparar com o material comercial, as amostras foram prensadas uniaxialmente (20 MPa) e isostaticamente (100 MPa), e sua caracterização mecânica e microestrutural foi realizada através dos ensaios de densidade, porosidade aparente, dilatometria, difração de raios X (DRX), microdureza, tenacidade a fratura, resistencia a fratura, microscopia eletronica de varredura (MEV) e análise de tamanho de grão. Os resultados constatados nas amostras prensadas isostaticamente foram similiares aqueles obtidos com as amostras do material comercial demostrando a viabilidade do processo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149564 - WILSON ACCHAR
Interno - 1300987 - CARLOS ALBERTO PASKOCIMAS
Externo ao Programa - 347303 - MARCIANO FURUKAVA
Externo à Instituição - EDUARDO GALVAO RAMALHO - IFRN
Externo à Instituição - VAMBERTO MONTEIRO DA SILVA - IFPB
Notícia cadastrada em: 14/03/2014 10:06
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao