Banca de DEFESA: JORGE FERNANDO DE SOUSA OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JORGE FERNANDO DE SOUSA OLIVEIRA
DATA: 09/12/2013
HORA: 08:30
LOCAL: sala 94 do Centro de Tecnologia (CT)
TÍTULO:

PLÁSTICOS REFORÇADOS A BASE DE TECIDOS HÍBRIDOS: EFEITOS DA ANISOTROPIA E GEOMETRIA NORMATIVA NA CARACTERIZAÇÃO MECÂNICA E DA FRATURA


PALAVRAS-CHAVES:

Plástico Reforçado, Tecidos de Reforços Híbridos, Propriedades Mecânicas, Anisotropia e Fratura Mecânica.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

Conforme estudos mais atuais, os plásticos reforçados vêm sendo, nos últimos anos, uma alternativa viável na construção de elementos estruturais de médio e grande porte, desde que a leveza acompanhada de alto desempenho seja possível. A concepção de compósitos poliméricos híbridos (combinação entre tipos diferentes de reforços) pode possibilitar aplicações estruturais dos mesmos, frente às mais adversas condições de serviços. Dentro dessa classe de materiais compósitos, os reforçados a base de tecidos híbridos de alto desempenho vêm tomando espaço quando a sua aplicação requer alto suporte de carga e alta rigidez. O objetivo desse trabalho de investigação é estudar os desafios que esses tecidos trazem na concepção desses materiais quanto a sua caracterização mecânica e mecanismos de fratura envolvidos. Alguns parâmetros associados ao processo e/ou forma de hibridização se destacam como fatores influenciadores no desempenho final do material tais como a presença de anisotropia, forma da trama tecido, processo de confecção dos mesmos, geometria normativa dos corpos de prova, entre outros. Neste sentido, quatro laminados compósitos foram desenvolvidos à base de tecidos de reforços híbridos envolvendo fibras de carbono AS4, kevlar 49 e vidro-E e como matriz a resina epóxi éster vinílica (DERAKANE 411-350).Todos os laminados compósitos foram constituídos cada um deles com quatro camadas de reforços. Dependendo do tipo de tecido híbrido, todos os fatores influenciadores acima mencionados foram estudados para os laminados. Todos os laminados foram fabricados industrialmente sendo empregado o processo de laminação manual (hand-lay-up). Todo o estudo da caracterização mecânica e do mecanismo de fratura (fratura mecânica) foi desenvolvido para os laminados submetidos aos ensaios mecânicos de tração uniaxial, flexão em três e compressão uniaxial. As análises dos mecanismos de fratura foram realizadas envolvendo a macroscopia, microscopia ótica e eletrônica de varredura. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347563 - EVE MARIA FREIRE DE AQUINO
Externo ao Programa - 5220696 - LUIZ CLAUDIO FERREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - MARCO ANTONIO DOS SANTOS - UFCG
Externo à Instituição - MIRTANIA ANTUNES LEAO - IFBA
Externo ao Programa - 1338331 - RAIMUNDO CARLOS SILVERIO FREIRE JUNIOR
Notícia cadastrada em: 22/11/2013 10:17
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao