Banca de DEFESA: LUCIANA DA SILVA REVORÊDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCIANA DA SILVA REVORÊDO
DATA : 22/07/2016
HORA: 09:30
LOCAL: Sala 631 no Departamento de Psicologia (Campus Central)
TÍTULO:

CRIAÇÃO E VALIDAÇÃO DE CONTEÚDO DE UM INSTRUMENTO PARA IDENTIFICAÇÃO DE VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇA


PALAVRAS-CHAVES:

Avaliação em Enfermagem; Criança; Cuidados de Enfermagem; Enfermagem Pediátrica; Violência


PÁGINAS: 16
RESUMO:

 

A atuação das equipes multiprofissionais de saúde é fundamental para a prevenção e a identificação precoce de situações de violência. Entretanto, observa-se que ainda existe grande dificuldade entre os profissionais quanto ao rastreamento de abusos contra criança. Assim, observa-se a necessidade de um instrumento validado que possa ser utilizado por profissionais de saúde, de maneira prática e objetiva, no rastreamento de negligência e maus tratos em infantes no cotidiano da prática clínica. Neste sentido, esta pesquisa objetivou elaborar e validar o conteúdo de um instrumento para identificação de violência contra criança. Trata-se de estudo metodológico composto por duas etapas: a primeira foi a elaboração do instrumento, a partir de revisão da literatura; a segunda, de validação de conteúdo, mediante a avaliação do instrumento por 25 especialistas, na primeira fase, 22 juízes na segunda, e 21 na terceira rodada. Para análise, adotaram-se coeficiente Kappa ≥0,61 e índice de validade de conteúdo ≥0,75. Na primeira rodada, 39 (62,90%) apresentaram Kappa ≥0,61 e Índice de Validade de Conteúdo ≥0,79. Nos demais itens (n=23; 37,10%), foram encontrados baixos índices de concordância Kappa e, por isso, receberam reformulações. O instrumento recebeu avaliação geral de Kappa de 0,62 e Índice de Validade de Conteúdo de 0,85, que são considerados bons resultados. No que diz respeito à segunda rodada, após as alterações sugeridas pelos especialistas, o instrumentou passou a possuir 50 itens. Destes, 49 apresentaram Índice de Validade de Conteúdo entre 0,81 e 1,00, e Kappa entre 0,61 e 0,99.  Apenas um item teve Kappa >0,61 (K=0,50; IVC=0,81). A insuficiência de concordância entre os especialistas ocasionou na exclusão dele, em uma terceira rodada. O instrumento foi avaliado de forma positiva, obtendo Kappa igual a 0,85 e Índice de Validade de Conteúdo de 0,95, na segunda fase Delphi. Por fim, na última etapa, os índices gerais de Kappa e de IVC do instrumento foram 0,98 e 0,99, respectivamente O instrumento apresentou índice de validade de conteúdo satisfatório e pode ser utilizado para identificar os sinais de suspeita de violência e auxiliar os profissionais de saúde na assistência à criança. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BERNARDINO FERNANDEZ CALVO - UFPB
Presidente - 347027 - EULALIA MARIA CHAVES MAIA
Externo ao Programa - 1321136 - IZABEL AUGUSTA HAZIN PIRES
Notícia cadastrada em: 21/07/2016 17:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao