Banca de DEFESA: CRIGINA CIBELLE PEREIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CRIGINA CIBELLE PEREIRA
DATA: 17/12/2012
HORA: 09:00
LOCAL: CCHLA - AUDITÓRIO "B"
TÍTULO:

A produção do gênero monografia em discursos de professores e alunos
do Curso de Letras


PALAVRAS-CHAVES:

 

produção de monografia; discursos de profesores e alunos;
genero monografía; orientação; Curso de Letras.


PÁGINAS: 250
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:
Uma das preocupações mais recorrentes de professores no Ensino Superior
atual é a produção dos gêneros elaborados nesse âmbito, especialmente os que
se configuram como trabalho de conclusão de curso, como monografia,
dissertação e tese. Partindo dessa perspectiva, e com vista a compreender os
processos discursivos envolvidos na produção do gênero monografia no âmbito
universitário, objetivamos, na presente tese, analisar discursos de
professores e de alunos sobre o processo de produção da monografia no Curso
de Letras, considerando a orientação, a escritura e as especificidades deste
gênero. Para alcançarmos esse objetivo, tomamos por fundamentação teórica os
estudos bakhtinianos em interface com a Linguística da Enunciação, com os
fundamentos da Análise Textual dos Discursos de Adam (2010) e, por fim, com
os estudos sobre a produção textual no ensino superior. A pesquisa pauta-se
em uma abordagem qualitativa, com base em procedimentos etnográficos de
geração de dados, a saber: a realização de observações in loco, assim como a
aplicação de questionários com perguntas abertas para 10 (dez) alunos e 06
(seis) professores do Curso de Letras. A análise dos discursos dos sujeitos
selecionados revela que: (i) a produção e a orientação da monografia são
formas de ação pela linguagem que precisam ter em conta, quando de sua
execução, a liberdade de escolha do aluno como princípio da produção da
monografia, bem como o maior envolvimento de orientador-orientando com vista
a melhorar a qualidade da produção, dentre outros; (ii) há a necessidade de
uma articulação entre o projeto de pesquisa e a monografia, considerando-se
o trabalho de orientação, que deve partir no nascimento do projeto de
pesquisa; (iii) são muitos os papeis atribuídos em discursos de professores
e alunos para as funções de orientador e de orientando, de maneira que ambos
veem atribuições comuns tanto nos discursos de alunos quanto nos discursos
dos professores; (iv) os discursos de professores e alunos indicam ainda
assumirem, em alguns casos, a responsabilidade enunciativa pelo conteúdo das
proposições-enunciados, bem como mostram que as vozes dos manuais de
metodologia e das normas institucionais estão intrinsecamente subjacentes ao
processo de produção da monografia. Portanto, concluímos que essa
investigação tem muito a contribuir com o ensino de produção textual na
universidade, especialmente da monografia de final de curso, bem como para o
desenvolvimento de pesquisa nesse âmbito, principalmente como foco na
questão da orientação de trabalho no ensino superior.

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - GILTON SAMPAIO DE SOUSA - UERN
Interno - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Presidente - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Interno - 348014 - MARISE ADRIANA MAMEDE GALVAO
Externo à Instituição - SUELI CRSITINA MARQUESI - PUC - SP
Notícia cadastrada em: 12/12/2012 09:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao