Banca de DEFESA: VANILTON PEREIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANILTON PEREIRA DA SILVA
DATA: 30/11/2012
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório A do CCHLA
TÍTULO:

O Padrão Discursivo Provérbio numa perspectiva cognitivo-experimental: expressões idiomáticas em Grande Sertão: veredas.


PALAVRAS-CHAVES:

Linguística Cognitiva, Gramática de Construções, Expressões Idiomáticas, Expressões Proverbiais


PÁGINAS: 98
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

Este trabalho objetiva elucidar as motivações que levam os leitores do romance Grande Sertão: Veredas (ROSA, 2001) a categorizar determinadas construções gramaticais encontradas na obra como sendo proverbiais. Para isso, se volta para a investigação dos processos cognitivos envolvidos na configuração do padrão discursivo provérbio, tomando como suporte teórico a Linguística Cognitiva. Nessa empreitada, ancoramo-nos nas noções de construções corporificadas (BERGEN; CHANG, 2005), simulação mental (BARSALOU, 1999, BERGEN, 2010), frequência (BYBEE, 2001), padrão discursivo (ÖSTMAN; FRIED, 2005, DUQUE; COSTA, 2012) e idiomaticidade (FILLMORE; KAY; O’CONNOR, 1988). Partimos do pressuposto de que os provérbios constituem um padrão discursivo cristalizado a partir da recorrência de uso e, em face disso, indagamos: que mecanismos cognitivos são ativados pelos leitores no processo de categorização das expressões ditas proverbiais? Motivados pela situação-problema apresentada, formulamos alguns experimentos com a intenção de lançar luz às questões investigadas e concluímos que os leitores recorrem a constituições construcionais subjacentes aos provérbios conhecidos através das interações realizadas em seu entorno sociocultural, para darem conta da semantização de construções inéditas. Nesse processo, são ativados esquemas e frames através de simulações mentais instanciadas pelas experiências corporais e culturais, decisivas para a efetivação dos processos de categorização e de construção de sentidos das construções proverbiais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1675404 - PAULO HENRIQUE DUQUE
Interno - 6350771 - MARCOS ANTONIO COSTA
Externo à Instituição - MARIA JUSSARA ABRAÇADO DE ALMEIDA - UFF
Notícia cadastrada em: 28/11/2012 10:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao