Banca de DEFESA: MARIANA FERREIRA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIANA FERREIRA DOS SANTOS
DATA : 19/07/2022
HORA: 14:00
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

O FRAME MORAL EM “A VIDA INVISÍVEL DE EURÍDICE GUSMÃO” ATRAVÉS DO USO DE METÁFORAS DE BEM-ESTAR


PALAVRAS-CHAVES:

Frames; Frame Moral; A Vida Invisível de Eurídice Gusmão; Linguística Cognitiva; Metáforas de bem-estar


PÁGINAS: 82
RESUMO:

A Literatura e Linguística são áreas complementares das ciências humanas, esbarrando-se em muitos assuntos, sob diferentes pontos de vista que fomentam o pensamento crítico e uma análise profunda da sociedade contemporânea em toda sua complexidade. Nesse trabalho, pretende-se convergir conhecimentos dessas duas áreas em uma análise linguística que permita a compreensão mais profunda e detalhada da moral e motivações dos personagens do romance “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, que permeiam questões político-sociais, linguísticas e literárias. Para tanto, usa-se Lakoff (2008) e suas categorias de análise de modo instrumental para explorar as metáforas de bem-estar no livro, com o objetivo de entender como elas se constroem no discurso e como isso pode influenciar a maneira que se estruturam os papéis sociais dos personagens, bem como entender a moral que direciona as ações dos personagens no texto. Apesar de adotarmos a metodologia linguística e mentalista de Lakoff para análise, os estudos literários também se fazem presentes para uma compreensão social e linguisticamente fundamentada do assunto. Para atingir o objetivo aqui proposto, usamos a análise de Frames, sendo esses uma porta para compreendermos como o pensamento se estrutura no nosso cérebro. Para entendermos como o frame moral funciona, precisamos compreender como nosso cérebro estrutura o que entendemos por moral através da primeira instituição da qual fazemos parte: a família. É através desse frame moral, que se divide em dois modelos, o do Pai carinhoso e Pai Rigoroso 1 (Lakoff, 2009, p. 77 e 81, tradução nossa), que tentaremos compreender como a autora estrutura os frames morais que guiam as personagens do romance. Para tanto, as metáforas de bem-estar (Lakoff, 2008) são usadas como base para análise, com o objetivo final de apresentarmos os dois modelos de família e entendermos como, possivelmente, esses modelos afetam os personagens do romance, e, sendo esses personagens uma representação literária do cidadão e costumes brasileiros, pode-se também inferir como alguns setores da sociedade brasileira aplicam as morais aqui analisadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1675404 - PAULO HENRIQUE DUQUE
Interna - 3351552 - ROSANNE BEZERRA DE ARAUJO
Externo à Instituição - RICARDO YAMASHITA SANTOS - UnP
Notícia cadastrada em: 28/06/2022 15:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao