Banca de DEFESA: PRISCILA DO VALE SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PRISCILA DO VALE SILVA
DATA : 16/12/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Plataforma Google Meet
TÍTULO:

ECOLETRAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: o Movimento Escoteiro na Reserva Estadual Ponta do Tubarão


PALAVRAS-CHAVES:

Movimento Escoteiro; Sustentabilidade; Letramento científico; Ecoletramento; Projeto de Ecoletramento


PÁGINAS: 180
RESUMO:

A leitura e a escrita, historicamente, parecem ter a sua legitimação circunscrita apenas à instituição escolar, a ponto de muitas práticas de letramento realizadas fora dela serem invisibilizadas socialmente, sobretudo quando os seus agentes também os são. Porém, na sociedade grafocêntrica em que vivemos, cada vez mais se tornam evidentes as inúmeras formas de interação estabelecidas por meio da linguagem, principalmente em espaços além da escola. Considerando que somos sujeitos de conhecimento e que as nossas relações com o mundo se dão por ações intercambiadas pela leitura, escrita e oralidade, este trabalho visa estabelecer um diálogo profícuo entre os letramentos constituídos no Movimento Escoteiro, no Grupo de Escoteiros do Mar Alferes Cassiano Martins (GEMACM), e a comunidade na qual ele está inserido, que é Barreiras, distrito de Macau, no interior no Estado do Rio Grande do Norte. Inserido no contexto da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Estadual Ponta do Tubarão (RDSEPT), nosso objetivo geral de pesquisa se constitui em compreender de que forma os letramentos situados fora do contexto escolar podem interagir com o letramento escolar e contribuir para o desenvolvimento sustentável na RDESPT. Para tanto, buscamos, como objetivos específicos, identificar tipos de letramentos (re)construídos nas atividades escoteiras que potencializam uma formação crítica e integrada ao meio ambiente e refletir sobre interrelações que podem ser estabelecidas entre agências educativas formais e não formais, como a escola e o Movimento Escoteiro. De abordagem qualitativa, assumimos neste estudo a perspectiva da pesquisa socioambiental (ALMEIDA; HAYASHI, 2020), a partir da qual desenvolvemos um Projeto de Ecoletramento com os membros do GEMACM, partindo de uma problemática ambiental importante para eles e para os demais moradores, que é o despejo indevido do óleo de cozinha no solo da reserva. Teoricamente, fundamentamos a pesquisa nos estudos de Letramento (BARTON; HAMILTON, 1993; BARTON; LEE, 2015; DANTAS, 2012; HAMILTON, 2000; KALANTZIS; COPE; PINHEIRO, 2020; KLEIMAN, 1995, 2000, 2006, KLEIMAN; SITO, 2016; MCLAREN, 1977; OLIVEIRA, 2008, 2010a, 2010b, 2016; OLIVEIRA; TINOCO; SANTOS, 2011; STREET, 2014; TINOCO; VALE-SILVA, 2020) e nos estudos ambientais que abordam questões relacionadas à educação ambiental, sustentabilidade, letramento científico e ecoletramento (BOFF, 2016; CAPRA et al., 2006b; CARVALHO, 2014; CHASSOT, 2018; DEMO, 2019; LEFF, 2009, 2015; MASSARANI; TURNEY; MOREIRA, 2005; MORIN, 1999, 2021; SEABRA 2009). A partir das discussões emergidas deste estudo, como resultado das ações desenvolvidas por meio do Projeto de Ecoletramento Preservando a nossa RDSEPT: descarte consciente do óleo de cozinha, pudemos depreender diferentes eventos e práticas de ecoletramento realizados pelos escoteiros, como rodas de conversa, reuniões, formações internas, oficinas, dentre outros. No Projeto de Ecoletramento, tais eventos e práticas mobilizaram um conjunto de conhecimentos ligados ao letramento científico, digital, escolar, cívico, familiar, crítico e o ecoletramento. Com isso, destacamos a necessidade iminente de ações integradoras entre espaços formais e não formais de ensino-aprendizagem, a fim de que sejam estabelecidos diálogos profícuos voltados para uma formação crítica, emancipatória, em prol de uma educação ambiental sustentável, favorecendo, assim, práticas de ecoletramento dentro e fora do espaço escolar.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 332207 - MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA
Interna - 1674285 - ANA MARIA DE OLIVEIRA PAZ
Interna - 322.525.604-87 - IVONEIDE BEZERRA DE ARAÚJO SANTOS MARQUES - IFRN
Externa à Instituição - MARLUCIA BARROS LOPES CABRAL - UERN
Externa à Instituição - NADIA MARIA SILVEIRA COSTA DE MELO - UERN
Externo à Instituição - RAMIRO GUSTAVO VALERA CAMACHO - UERN
Notícia cadastrada em: 01/12/2021 10:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao