Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCILENA ALBUQUERQUE SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCILENA ALBUQUERQUE SILVA
DATA : 02/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Remoto
TÍTULO:

A construção de sentido de charges publicadas em julho de 2018: uma abordagem baseada em frames.


PALAVRAS-CHAVES:

cognição, linguagem, frames, esquemas imagéticos e espaços mentais.


PÁGINAS: 110
RESUMO:

À medida que nos integramos ao ambiente construímos conceitos e desenvolvemos a habilidade de refinara nossos pensamentos e a nossa linguagem. Nesse sentido, segundo Duque (2015), a cognição se desenvolve na interação do indivíduo com o ambiente. Para tanto, a nossa cognição é distribuída pelo corpo e para além do corpo. A cognição é dinâmica, complexa e organizada pela linguagem, posto que, ela se estabelece nas conexões entre as pessoas e os diversos recursos existentes na natureza. Tendo isso em vista, o objetivo central
deste estudo é demonstrar como os mecanismos cognitivos (frames, esquemas imagéticos e espaços mentais) atuam em conjunto para a construção de sentido das charges. A partir disso, temos como objetivos específicos: descrever como os frames, os esquemas imagéticos e os espaços mentais auxiliam de forma conjunta no processo de construção de sentido das charges; identificar de que maneira os frames se articulam e se conectam para a compreensão das charges, para isso observamos o comportamento dos mecanismos esquemáticos; demonstrar qual é a atuação dos espaços mentais para que as charges sejam compreendidas; investigar qual a função da mesclagem conceitual para o processo de compreensão das charges; mostrar como a as informações linguísticas e os elementos visuais funcionam dentro do processo de construção de sentido das charges. Por ser basilar para nossa pesquisa, abraçamos como fundamentação teórica a perspectiva ecológica de cognição e linguagem defendida por Duque (2015,2016,2017,2018), principalmente no que diz respeito aos processos cognitivos humanos, responsáveis pela construção de sentido do discurso por meio de frames. Além dessa perspectiva, buscamos por outros fundamentos teóricos como o  pressuposto de linguagem corporificada de George Lakoff (1987, 1990, 1999). Pesquisamos sobre a noção de frame como estrutura cognitiva defendida pelos autores como Fillmore (1965, 1967, 1977, 1979, 1982, 1985), Lakoff; Gallese (2005) e Lakoff (2008). Nos debruçamos sobre a definição de esquema imagético apresentado por Lakoff (1987), Johnson (1987), Gibbs; Colston (2006), Mandler (2004, 2005), Mandler; Cánovas (2014) e Grady (205). Por fim, aprofundamos nossos estudos buscando na Teoria dos Espaços Mentais de Fauconnier (1994,1997) e na Teoria da Mesclagem Conceitual de Fauconnier; Turner (2002) explicações sobre os aspectos criativos e imaginativos da mente humana, uma vez que esses aspectos se desenvolvem nos movimentos cognitivos efetuados pelo cérebro na busca por construção de sentido do discurso, principalmente, na construção de significado da categoria discursiva charge.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1675404 - PAULO HENRIQUE DUQUE
Interna - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Externo ao Programa - 2312982 - ERIK FERNANDO MILETTA MARTINS
Externa ao Programa - 1307547 - PATRICIA FERREIRA BOTELHO
Notícia cadastrada em: 05/11/2020 18:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao