Banca de QUALIFICAÇÃO: DAVIDSON DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DAVIDSON DOS SANTOS
DATA : 30/11/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Via Google Meet
TÍTULO:

EMBATES DIALÓGICOS EM NARRATIVAS DE ESTAGIÁRIOS DE LETRAS-PORTUGUÊS


PALAVRAS-CHAVES:

Relações dialógicas. Vozes sociais. Vinheta narrativa.  Estágio supervisionado. Decolonialidade.


PÁGINAS: 88
RESUMO:

O presente trabalho tem por objetivo desvelar as concepções sobre o ensinar português que ancoram as ações e percepções de estudantes estagiários ao se confrontarem com a esfera escolar como futuros professores de língua portuguesa. Situados no campo da Linguística Aplicada Crítica (MOITA LOPES, 2006; SIGNORINI, 2006; PENICOOK, 2006; RAJAGOPALAN, 2006), ancoramo-nos nas postulações do Círculo de Bakhtin acerca do Ato Responsável das relações dialógicas e vozes sociais (BAKHTIN, 2003[1924], 2010[1919], 2015; BAKHTIN/VOLOSHINOV, 2010). Para ampliar a compreensão do objeto de estudo, assumimos a perspectiva de formação que se coloca como crítica libertadora (FREIRE, 1974[2018]; 1992; 1996; HOOKS; 2013) dentro de uma perspectiva Decolonial (MIGNOLO, SANTOS, QUIJANO, WALSH, 2013). Para que seja possível cumprir com o objetivo deste trabalho e responder a tais demandas, trabalhamos com a perspectiva qualitativa interpretativista de fazer pesquisa (FLICK, 2009), assumindo, especificamente, o procedimento da pesquisa documental (GUBA & LINCOLN, 1981), a partir do uso de narrativas como registro da experiência (CLANDININ E CONNELY, 2000). Nosso corpus é composto por 11 vinhetas narrativas (MODL & BIAVATI, 2016), produzidas por 11 alunos na disciplina de Estágio Supervisionado de Formação de Professores para Ensino Fundamental, no primeiro semestre do ano de 2019. Compreendendo o estágio como um entrelugar socioprofissional (REICHMANN, 2012, 2014, 2015), a análise que empreendemos até o momento aponta que há a mobilização de diferentes vozes sociais para construir posicionamentos negativos acerca das diferentes práticas vividas e observadas na escola, reproduzindo e legitimando o saber científico-acadêmico e desvalorizando e excluindo os saberes produzidos nesse espaço.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 047.613.914-72 - MARIA BERNADETE FERNANDES DE OLIVEIRA - UFRN
Externa à Instituição - PAULA TATIANNE CARRÉRA SZUNDY - UFRJ
Externa ao Programa - 2507717 - TATYANA MABEL NOBRE BARBOSA
Notícia cadastrada em: 04/11/2020 09:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao