Banca de QUALIFICAÇÃO: LEONILDO LEAL GOMES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEONILDO LEAL GOMES
DATA : 31/08/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

 

 


A CONSTRUÇÃO DO PONTO DE VISTA E DA RESPONSABILIDADE ENUNCIATIVA EM ARTIGOS CIENTÍFICOS COMO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO


PALAVRAS-CHAVES:

 

 

Ponto de vista, Posturas enunciativas, Responsabilidade enunciativa, gênero discursivo artigo científico.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

A tese apresenta os resultados da pesquisa sobre a construção do ponto de vista (PDV) e a responsabilidade enunciativa (RE) em artigos científicos no contexto da formação superior. Nossos estudos, dentre as dimensões do texto apontadas por Adam (2011) a partir do método analítico-descritivo postulado pela Análise textual dos discursos (ATD), se dedicaram a investigar a dimensão enunciativa, o fenômeno da RE à luz das teorias sobre enunciação. Por esse motivo, situamo-nos no âmbito da Linguística textual considerando-a subdomínio da Análise do discurso (AD), o que implica a adoção dos pressupostos teóricos de Adam (2011, 2019), de Rabatel (2010, 2016) e Guentchéva (1996). Partimos, inicialmente, da concepção de gênero e dialogismo proposta por Bakhtin (1929), contudo consideramos a noção de ponto de vista rabateliana mais adequada a responder às seguintes questões de pesquisa: Como o locutor/enunciador primeiro (L1/E1) agencia outras vozes em seu texto, e quais caraterísticas da RE o orientam argumentativamente, seja imputando ao outro, seja assumindo a responsabilidade enunciativa? A partir dessas questões basilares da pesquisa e do quadro teórico adotado, propusemo-nos analisar 35 artigos científicos extraídos do repositório digital do Centro de Educação (CE) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que constituem trabalhos de conclusão do curso (TCC) de Licenciatura em Pedagogia. Nosso corpus se restringiu à seção fundamentação teórica, que recebeu também outras formas de etiquetagem, por considerarmos o espaço mais evidente do fenômeno da polifonia dentre as diversas seções que constituem o gênero artigo científico. Nesta direção, estabelecemos como objetivos da pesquisa identificar, descrever, analisar e interpretar as categorias da língua e do texto mais recorrentes e que contribuem sobremaneira para a construção do ponto de vista e para a (não) assunção da responsabilidade enunciativa. Com essa intenção, selecionamos seis categorias de análises: os índices de pessoas, as formas de representação da fala, as modalidades, os dêiticos espaciais, os tempos verbais, a indicação de quadros mediadores e a modalização autonímica, que permitem elucidar o fenômeno da RE e descrever as estratégias e dispositivos enunciativos operados pelo L1/E1 em seu projeto de dizer. A análise dos dados demonstrou que, a partir do contexto específico de produção textual dos artigos científicos como TCC, a sequência argumentativa fora a mais frequente, pois a própria natureza da seção analisada, ao colocar em diálogo diversas vozes sobre um tema específico, impõe ao L1/E1 se posicionar, fazendo adoções, recusas ou ponderações às diversas teorias evidenciadas. Por fim, quanto às categorias analisadas, reconhecemos a prevalência do discurso indireto, introduzido pelos mediadores segundo e para em detrimento aos demais, além dos verbos dicendi de natureza distinta (afirmar e dizer), que implicam no (não) distanciamento do L1/E1 sobre o conteúdo proposicional da voz convocada por ele.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Interna - 1673309 - SULEMI FABIANO CAMPOS
Externo à Instituição - MARIA MARGARETE FERNANDES DE SOUSA - UFC
Externa à Instituição - ROSANGELA ALVES DOS SANTOS BERNARDINO - UERN
Notícia cadastrada em: 14/08/2020 09:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao