Banca de DEFESA: GLÊNIO MORAIS RÉGIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GLÊNIO MORAIS RÉGIS
DATA : 31/07/2020
HORA: 15:30
LOCAL: A definir
TÍTULO:

LETRAMENTO DIGITAL E FORMAÇÃO DOCENTE COM FOCO NOS RECURSOS INTERACIONAIS DO SIGEDUC


PALAVRAS-CHAVES:

Letramento Digital. Formação Docente. Recursos Interacionais. SIGEDUC.


PÁGINAS: 130
RESUMO:

No contexto educacional brasileiro, nos últimos anos, os ambientes virtuais têm contribuído para tornar a prática do Letramento Digital (LD) uma realidade nas instituições de ensino. No entanto, nem todos os professores aderiram ao uso dessa tecnologia, seja por resistência, seja falta de cursos de formação capazes de orientar para a relevância e benefícios que a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) podem gerar ao trabalho docente e à interação com alunos. Pensando nisso, procuramos, com base em diagnóstico, realizado junto aos professores da educação básica da rede estadual de ensino vinculados à 9ª Diretoria Regional de Educação (DIREC), planejar e aplicar Projeto Didático de Gênero (PDG) com vistas a atenuar as dificuldades e resistências quanto ao uso das ferramentas interacionais do Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEDUC). A partir dessa realidade, a presente pesquisa tem por objetivo investigar as possíveis contribuições da aplicação de uma atividade interventiva, por meio do PDG, para a melhoria do Letramento Digital do professor no tocante ao aproveitamento cotidiano das ferramentas interativas oferecidas pelo SIGEDUC. Metodologicamente, esta investigação se insere nas orientações da Linguística Aplicada (MOITA LOPES, 1996, 2009; PENNYCOOK, 2009) e se caracteriza como uma pesquisa-ação (THIOLLENT, 2002) com abordagem de dados qualitativa (BODGAN, BIKLEN, 1994). Em termos aportes teóricos, buscamos fundamentar as discussões e práticas nos aportes dos Estudos de Letramento (KLEIMAN, 1995; OLIVEIRA, 2008), especificamente, no que diz respeito ao Letramento Digital (SOARES, 2002; COSCARELLI; RIBEIRO, 2007; XAVIER, 2011; RIBEIRO, 2008) e à formação docente (COSCARELLI; RIBEIRO, 2007; BNCC, 2017; RIBEIRO, 2016; KENSKI, 1998). Sendo assim, a análise dos dados nos permitiu evidenciar que: (i) antes do curso, as práticas de LD dos professores não incluíam o uso dos recursos interacionais do SIGEDUC; (ii) ao longo do desenvolvimento da proposta, eles desenvolveram novas práticas de LD em suas  atividades laborais, mediante a utilização do referido sistema, mais precisamente no que se reporta aos seus artefatos interativos.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1674285 - ANA MARIA DE OLIVEIRA PAZ
Externa ao Programa - 349683 - JOSILETE ALVES MOREIRA DE AZEVEDO
Externa à Instituição - MARLUCIA BARROS LOPES CABRAL - UERN
Notícia cadastrada em: 14/07/2020 10:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao