Banca de DEFESA: FRANCISCO GEONILSON CUNHA FONSECA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCISCO GEONILSON CUNHA FONSECA
DATA : 15/06/2020
HORA: 09:00
LOCAL: online
TÍTULO:

ARGUMENTAÇÃO E ASPECTOS RETÓRICOS DAS REPRESENTAÇÕES DISCURSIVAS NA DENÚNCIA CONTRA RENAN CALHEIROS, ANÍBAL GOMES E PAULO TWIASCHOR:  O CASO SERVENG




PALAVRAS-CHAVES:

Argumentação. Denúncia. Representação discursiva. Retórica.


PÁGINAS: 192
RESUMO:

Investigamos nesta tese de doutoramento a composição e os efeitos de sentido dos recursos argumentativos e retóricos observáveis nas representações discursivas da denúncia contra Renan Calheiros, Aníbal Gomes e Paulo Twiaschor – denominada a denúncia do caso SERVENG. Para nortear a investigação, buscamos responder como as representações discursivas – imagens do enunciador, do coenunciador e dos temas tratados – contribuem para a eficácia persuasiva da argumentação, de que forma as provas pelo logos, pelo páthos e pelo éthos são construídas a favor de uma argumentação eficaz e como as escolhas linguísticas e discursivas são usadas pelo enunciador para a construção das representações discursivas e das provas lógicas, éticas e patéticas. Em consonância com essas questões, objetivamos esclarecer a função argumentativa das representações discursivas construídas no texto e no discurso; explicitar os efeitos das representações discursivas na eficácia da argumentação; explicar como logos, phátos e éthos são construídos e usados a favor de determinada orientação argumentativa, bem como  esclarecer como as escolhas linguísticas e discursivas são usadas pelo enunciador em função de interesses argumentativos e retóricos para construção das representações discursivas e das provas lógicas, éticas e patéticas. Nossa filiação teórica segue os constructos da Análise Textual dos Discursos – ATD -, de Adam (2011), com contribuições de Rodrigues, Passeggi e Silva Neto (2010). No que tange ao estudo da argumentação, apoiamo-nos em Aristóteles (1969 [384–322 a.C.]), Perelman e Olbrechts-Tyteca (1996),  Plantin (2008), Koch (2009, 2011), Pinto (2010) e Fiorin (2014, 2015). Especificamente nos estudos sobre logos, páthos e éthos, apoiamo-nos nos trabalhos de Maingueneau (2008, 2014), Amossy (2014, 2018) e Adam (2014). De modo metodológico, adotamos o método dedutivo e indutivo, pois, partimos de conhecimentos gerais (teorias e categorias teóricas) para casos particulares e, a partir da análise, por indução, elencamos conhecimentos particulares com possibilidades de se chegar a certas generalizações. Quanto à natureza das fontes utilizadas, classificamos a pesquisa como do tipo bibliográfica e documental, tendo, segundo seus objetivos, a denominação de uma investigação de caráter descritivo e explicativo, com modo qualitativo de abordagem do material estudado. O corpus da pesquisa é a denúncia do caso SERVENG, entregue em 2016 ao Ministro Teori Zavascki, que denuncia a prática de crime contra a administração pública. Os resultados revelaram que o plano de texto adotado – segundo as partes do discurso retórico – exerce papel fundamental para esclarecer os fatos e dar à situação relatada e denunciada a verossimilhança necessária quanto à formulação do problema, a narração dos fatos, bem como a demonstração e elaboração das provas. Revelaram também que os polos do logos, do páthos e do éthos são mais complementares do que concorrentes e que, nos diversos movimentos argumentativos, esses polos cruzaram-se na construção e na manutenção de certos esquemas argumentativos e interpretativos, com a construção de campos semânticos negativos no que se refere às ações e às representações discursivas dos três denunciados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 337223 - JOAO GOMES DA SILVA NETO
Interno - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Externa ao Programa - 349683 - JOSILETE ALVES MOREIRA DE AZEVEDO
Externa ao Programa - 3351562 - CELIA MARIA DE MEDEIROS
Externa à Instituição - CELIA MARIA MEDEIROS BARBOSA DA SILVA - UnP
Externo à Instituição - ANANIAS AGOSTINHO DA SILVA - UFERSA
Externa à Instituição - MARIA ELIETE DE QUEIROZ - UERN
Notícia cadastrada em: 02/06/2020 14:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao