Banca de DEFESA: MARIA CLARA LUCENA DE LEMOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA CLARA LUCENA DE LEMOS
DATA : 11/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório D - CCHLA
TÍTULO:

Plano discursivo em perspectiva funcional: mecanismos textual-discursivos e pragmáticos em artigos de opinião


PALAVRAS-CHAVES:

Artigo de opinião. Linguística Funcional. Planos Discursivos.


PÁGINAS: 112
RESUMO:

Esta pesquisa discute a categoria Plano Discursivo em artigos de opinião. O objetivo geral aqui perseguido consiste em analisar como se estrutura essa categoria e como essa estruturação pode ser capturada em termos de um continuum de figuricidade/fundidade, considerando os domínios textual-discursivo e pragmático. O trabalho fundamenta-se na Linguística Funcional norte-americana, partindo do que discutem Hopper (1979) e Hopper e Thompson (1980) sobre Planos Discursivos, das proposições de Haido (1996) para o tratamento das dimensões figura/fundo, da noção de inferência pragmática abordada por Traugott e Dasher (2002) e do conceito de (inter)subjetividade explorado por Traugott (2010), além das definições tomadas de empréstimo dos estudos da Nova Retórica, a partir dos pressupostos de Perelman e Obbrechts-Tyteca (2005) sobre argumentação e da concepção de Gestalt advinda da psicologia (ENGELMANN, 2002). Em termos metodológicos, este estudo foi desenvolvido segundo uma abordagem quali-quantitava e o corpus analisado constituiu-se de vinte artigos de opinião veiculados nas revistas Carta Capital e Veja no primeiro semestre do ano de 2018. Os resultados, quanto ao domínio textual-discursivo, apontam a existência de três níveis de figuricidade, quais sejam, figura absoluta, figura aparente e figura episódica, e quatro níveis de fundidade, que compreendem fundo de justificativa, fundo de exemplificação (nível de fundidade I), fundo de reiteração, fundo de contextualização (nível de fundidade II), fundo de modalização (nível de fundidade III) e fundo de digressão (nível de fundidade IV); evidenciam, também, que, no tocante à distribuição das porções de textos analisados com base nos tipos de fundo, em geral, o fundo que mais ocorre é o fundo de Justificativa. Nesse mesmo domínio, os resultados permitiram capturar um continuum figura/fundo, partindo de porções textuais +figura ® +fundo. Com base nos achados, propôs-se um plano textual para o artigo de opinião a partir de uma perspectiva funcionalista. No tocante ao domínio pragmático, verificou-se que a integração dos tipos de fundo à figura relaciona-se a processos interacionais, como a (inter)subjetividade e a inferência pragmática.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1551756 - EDVALDO BALDUINO BISPO
Interno - 1673239 - JOSE ROMERITO SILVA
Externa à Instituição - SHEYLA PATRICIA TRINDADE DA SILVA COSTA - IFRN
Notícia cadastrada em: 16/01/2020 10:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao