Banca de QUALIFICAÇÃO: MARÍLIA CAMPOS SABINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARÍLIA CAMPOS SABINO
DATA : 30/01/2020
HORA: 14:00
LOCAL: CCHLA, sala 314
TÍTULO:

Construções com o verbo ser: uma abordagem centrada no uso


PALAVRAS-CHAVES:

Verbo ser. Linguística Funcional Centrada no Uso. Gramática de Construções. Descrição do português.


PÁGINAS: 140
RESUMO:

Neste trabalho, examinamos construções com o verbo ser no continuum léxico-gramáticaAté o momento, grande parte do material disponível e das pesquisas já empreendidas e consultadas enfatiza, sobretudo, a análise do processo de gramaticalização desse verbo e o classifica, de um ponto de vista apenas morfossintático, como o representante mais geral dos verbos de ligação ou como um verbo auxiliar, semanticamente desbotado e com valor procedural. Entretanto, ocorrências com o verbo serrevelam um processo de variação em seus usos. Nesse sentido, busca-se analisar padrões construcionais instanciados por esse verbo na atualidade, considerando sua multiplicidade semântica bem como aspectos cognitivos e interacionaisneles implicados. A análise proposta tem natureza quali-quantitativa e se fundamenta na Linguística Funcional Centrada no Uso, que conjuga a tradição funcionalista norte-americana, representada por pesquisadores como Talmy Givón, Paul Hopper, Joan Bybee, Elizabeth Closs-Traugott, com a Linguística Cognitiva, em especial, a corrente vinculada à Gramática de Construções, conforme postulada por Adele Goldberg, William Croft, Jan-Olla Östman, entre outros. Os dados advêm de textos reais extraídos do Corpus Discurso & Gramática(Corpus D&G), em sua modalidade escrita, do Banco Conversacional de Natal (BCN) e de canções coletadas na internet. Resultados parciais indicam que os padrões construcionais do verbo ser evidenciam um deslizamento que vai, em um continuum, de verbo pleno a verbo procedural, havendo ainda ocorrências em (micro)construções das parcialmente especificadas e flexíveis às mais idiossincráticas. Ratifica-se, nesse sentido, a relevância da interface entre os aspectos formais e funcionais na análise dos usos linguísticos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1673239 - JOSE ROMERITO SILVA
Interna - 1451510 - MARIA ALICE TAVARES
Interna - 345.159.097-20 - MARIA ANGELICA FURTADO DA CUNHA - UFRN
Externa ao Programa - 1393548 - NEDJA LIMA DE LUCENA
Notícia cadastrada em: 30/12/2019 13:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao