Banca de QUALIFICAÇÃO: ALINE DANIELLY LEAL DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALINE DANIELLY LEAL DA SILVA
DATA : 19/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 314
TÍTULO:

A construção [(SN) dar uma v-da (SP)] no português brasileiro 


PALAVRAS-CHAVES:

Linguística Funcional Centrada no Uso. Gramática de Construções. Construção de predicado complexo.


PÁGINAS: 138
RESUMO:

Investigamos, nesta tese, a construção de predicado complexo [(SN) dar uma v-da (SP)] no PB, com base em pressupostos teórico-metodológicos da Linguística Funcional Centrada no Uso (LFCU), conforme Furtado da Cunha, Bispo e Silva (2013) e Oliveira e Rosário (2015). Trata-se de uma construção de predicado complexo, visto que o núcleo do sintagma verbal é preenchido pelo verbo leve dar e um SN indefinido, cujo núcleo é uma nominalização deverbal com o sufixo –da (dar uma caminhada, por exemplo). Dessa forma, dar + uma v-da formam uma unidade morfossintática e significativa, fator esse que distancia ocorrências com esse predicador complexo de ocorrências com o verbo pleno dar, as quais instanciam a construção de estrutura argumental ditransitiva (BASÍLIO, 2001; SCHER, 2005). Resultados parciais apontam para a significação aspectual da construção: a eventualidade predicada é apresentada como tendo sua duração delimitada, seja em relação ao processo (com atividades), seja em relação ao resultado e/ou mudança de estado (com accomplishments e achievements). De modo geral, as ocorrências com dar uma v-da parecem não implicar a completude de realização dos subeventos que a constitui (SCHER, 2004). No entanto, os efeitos semânticos variam conforme o tipo aspectual da construção, definido de modo composicional, os quais podem ser: (a) delimitação temporal da eventualidade, que apresenta um ponto final arbitrário; (b) brevidade ou temporariedade do estado final resultante; (c) detelicização da eventualidade, vista como acabada, mas não completa (ideia de gradação da mudança de estado); e (d) eventualidade completada, mas ou feita de modo rápido ou feita superficialmente. Dessa forma, defendemos que há uma “família” de construções com dar uma v-da: microconstruções de natureza agentiva (heterogêneas) e microconstruções de natureza causativa, que indicam uma mudança de estado gradual.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1551756 - EDVALDO BALDUINO BISPO
Interna - 1451510 - MARIA ALICE TAVARES
Interna - 345.159.097-20 - MARIA ANGELICA FURTADO DA CUNHA - UFRN
Notícia cadastrada em: 09/12/2019 15:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao