Banca de QUALIFICAÇÃO: SHEILA CRISTIANE DE JESUS DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SHEILA CRISTIANE DE JESUS DA SILVA
DATA : 12/12/2019
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório 3 - Instituto Ágora
TÍTULO:

Realismos Imaginários, Transculturação e composição literária na obra Cem Anos de Solidão


PALAVRAS-CHAVES:

Realismos Imaginários. Transculturação. Composição literária. Personagens.


PÁGINAS: 51
RESUMO:

Esta dissertação tem como objeto de análise o romance Cem Anos de Solidão desde os precedentes narrativos oriundos dos Realismos Imaginários que inspiraram a sua escrita, perpassando pelo contato de culturas distintas que possibilitaram o fenômeno da Transculturação presente na sua unidade narrativa em seus três níveis: o linguístico, o composicional e o da cosmovisão do autor. Nos detivemos no nível transculturador da composição literária de enredo e personagens para estabelecer comparações teóricas com a análise do corpus do próprio romance. O objetivo é constatar se os níveis pressupostos por Ángel Rama estão articulados na obra, caracterizando a Transculturação narrativa e como essa articulação está associada ao Realismo Mágico em que ela é mundialmente conhecida. Para tanto, estabelecemos os critérios de análise nos níveis linguístico, da composição e da cosmovisão, em que se opera a configuração do contexto em que a transculturação ocorre na literatura. A análise se pauta pelo método teórico-metodológico de pesquisa qualitativa e análise crítica, que se propõe a destacar as regularidades de aparições de elementos do Realismo Maravilhoso e Transculturação na obra, com suporte quantitativo, para constatar a frequência de utilização desses elementos na estrutura textual. Para isso, tomamos por base os postulados teóricos de BECERRA (2008), PEÑA GUTIÉRREZ (1987) sobre os Realismos Imaginários, LEZAMA LIMA (1979), sobre a imagem da América latina e suas culturas múltiplas, RAMA (1987) e sua visão sobre o fenômeno transcultural e GREIMAS (2013) sobre os elementos de interpretação da narrativa mítica além de CANDIDO (2004) e BRAIT (2004) sobre a composição de personagens nas narrativas. Os resultados indicam que toda a obra foi configurada de maneira que a Transculturação estivesse articulada com os elementos do Realismo Mágico dando forma a uma composição original fruto da somatória de elementos míticos das diferentes etnias e elementos culturais prefiguradas nas personagens e suas ações na fábula construída.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3546280 - SAMUEL ANDERSON DE OLIVEIRA LIMA
Interno - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1805318 - FRANCISCO ERNESTO ZARAGOZA ZALDIVAR
Notícia cadastrada em: 29/11/2019 18:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao