Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ IRANILSON DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSÉ IRANILSON DA SILVA
DATA : 13/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: CCHLA
TÍTULO:

PLANO DE TEXTO E ORIENTAÇÃO ARGUMENTATIVA: ACUSAÇÃO E DEFESA NO IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF


PALAVRAS-CHAVES:

Análise textual dos discursos. Plano de texto. Orientação argumentativa. Acusação no impeachment de Dilma Rousseff. Defesa no impeachment de Dilma Rousseff.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

Investigamos nesta tese como se estabelece a relação entre o plano de texto e a orientação argumentativa em textos de acusação e de defesa no processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Vana Rousseff. O plano de texto e a orientação argumentativa constituem dois níveis de análise propostos pelo quadro teórico-metodológico da análise textual dos discursos (ATD), abordagem desenvolvida por Jean-Michel Adam (2011). Foi realizada uma análise linguística com o objetivo de relacionar esses dois níveis, em que, no nível 5 (N5), temos a estrutura composicional, sequências e planos de texto, e no nível 8 (N8), os atos de discurso (ilocucionários) e a orientação argumentativa. Impeachemnt é um processo político-administrativo que culmina na destituição de autoridades e as inabilita para o exercício de função pública quando cometido crime de responsabilidade, tendo fundamentação jurídica. O corpus é constituído por textos de dois documentos do referido processo, os quais, a denúncia, peça acusatória que deu início ao processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, que culminou com o seu impedimento e a resposta à acusação, peça de defesa da denunciada, documentos importantes da recente história do país. Objetiva, assim, investigar como se estabelece a função argumentativa do plano de texto e, mais especificamente, identificar e descrever o plano de texto dos documentos; descrever a relação dos dois níveis de análise textual, plano de texto e orientação argumentativa, a partir de seus elementos linguísticos; analisar como ocorre a relação do plano de texto com a argumentação. A fundamentação teórica da pesquisa baseia-se no quadro geral da Linguística Textual (LT), no eixo dos Estudos Linguísticos do Texto e nos pressupostos da Análise Textual dos Discursos (ATD), que é estudada no Brasil, dentre outros pesquisadores, por Rodrigues, Passeggi e Silva Neto (2010, 2012, 2014), na área de concentração da Linguística Teórica e Descritiva, do Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem - PPgEL, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. No que se refere à argumentação, o estudo se apoia em Aristóteles (1969 [384-322 a.C]), Perelman e Olbrechts-Tyteca (1996), Koch (2009, 2011), Pinto (2010), Fiorin (2014, 2015), Amossy (2014, 2018) e Adam (2014). Além da categoria do plano de texto, analisamos também as marcas linguísticas da argumentação através das categorias: pressuposição, modalidades do discurso, operadores argumentativos e autoridade polifônica. Esta pesquisa caracteriza-se por sua natureza documental, qualitativa e descritiva, bem como o uso do método dedutivo e indutivo com uma interpretação analítica. Os resultados preliminares apontam que o plano de texto dos documentos apresenta estratégias argumentativas que se especificam de acordo com os objetivos de acusar e de defender. São planos de texto fixos constituídos de uma estrutura composicional de sequências narrativas, descritivas, explicativas e predominantemente argumentativas, determinando, assim, a orientação argumentativa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 337223 - JOAO GOMES DA SILVA NETO
Interna - 348014 - MARISE ADRIANA MAMEDE GALVAO
Externa ao Programa - 349683 - JOSILETE ALVES MOREIRA DE AZEVEDO
Externa ao Programa - 3351562 - CELIA MARIA DE MEDEIROS
Externo ao Programa - 1168647 - MARIO LOURENCO DE MEDEIROS
Externo à Instituição - ANANIAS AGOSTINHO DA SILVA - UFERSA
Externa à Instituição - MARIA ELIETE DE QUEIROZ - UERN
Notícia cadastrada em: 20/11/2019 17:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao