Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA CLARA LUCENA DE LEMOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA CLARA LUCENA DE LEMOS
DATA : 12/08/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 314
TÍTULO:

Planos discursivos em artigos de opinião: uma abordagem funcionalista


PALAVRAS-CHAVES:

Planos Discursivos. Artigo de opinião. Linguística Funcional.


PÁGINAS: 125
RESUMO:

A aplicação da categoria analítica Planos Discursivos em textos argumentativos evidencia a necessidade de se abandonar uma perspectiva binária e se investigar o fenômeno segundo um continuum. Nesse sentido, esta dissertação investiga como essa categoria se estrutura em artigos de opinião e qual a relevância dessa estruturação para os domínios textual-discursivo, pragmático e cognitivo de compreensão do texto à luz do Funcionalismo Linguístico. Para tanto, parte-se do que discutem Hopper (1979) e Hopper e Thompson (1980) sobre Planos Discursivos, das proposições de Haido (1996) para o tratamento das dimensões figura/fundo, dos pressupostos de Perelman e Obbrechts-Tyteca (2005) sobre argumentação e, ainda, das noções de Tópicos Discursivos, tomadas de empréstimo da Linguística Textual, em consonância com Jubran (2006a, 2006b, 1992) e Pinheiro (2006). Trabalha-se, também, com a noção de Metáfora Situada proposta por Vereza (2013) para dar conta do domínio cognitivo. O corpus ora analisado constitui-se de vinte artigos de opinião veiculados nas revistas Carta Capital e Veja no primeiro semestre do ano de 2018. Na perspectiva quantitativa deste estudo, verificou-se, em termos absolutos, 499 ocorrências de porções em fundo ao lado de 84 porções em figura, o que corresponde, em termos percentuais, respectivamente, a 85,6% e 14,4% e corrobora a hipótese inicial de que há, num texto, mais fundo que figura. Os resultados qualitativos mostram que a distribuição dos fundos nos textos não é uniforme e a requisição de determinado tipo de fundo para um texto se respalda na sua especificidade, de modo que não se verificou, no corpus, ocorrência do fundo de Redundância. Pragmaticamente, observou-se que a integração de determinados tipos de fundo à figura obedece a uma intencionalidade deliberada, isto é, a integração dos fundos é motivada pela necessidade de veicular informações de forma direta e objetiva. As Metáforas Situadas, por sua vez, constituem uma ferramenta para a argumentação e podem ocorrer em quaisquer fundos, na figura ou no título, sendo a condução do nicho metafórico iniciada desde seu título.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1551756 - EDVALDO BALDUINO BISPO
Interno - 1673239 - JOSE ROMERITO SILVA
Interna - 1451510 - MARIA ALICE TAVARES
Notícia cadastrada em: 12/07/2019 16:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao