Banca de QUALIFICAÇÃO: RENATA INGRID DE SOUZA PAIVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RENATA INGRID DE SOUZA PAIVA
DATA : 20/06/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Ágora 3
TÍTULO:

REDAÇÕES NOTA MIL DO ENEM: UM ESTUDO ANALÍTICO DA MASSIFICAÇÃO DOS ARGUMENTOS


PALAVRAS-CHAVES:

Massificação dos argumentos; Heterogeneidade Enunciativa; Redações nota mil do ENEM.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

O contexto de produção textual do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um dos principais mobilizadores dos anos preparatórios para os candidatos, inclusive, no tocante ao ensino de língua portuguesa, nos anos finais do Ensino Médio. Com base nos impactos causados pelo exame, a presente pesquisa visa ao estudo analítico na escrita das redações nota mil, tomando como hipótese a massificação dos argumentos utilizados para sustentar a tese textualmente proposta e a homogeneização da estrutura dos textos. A pesquisa parte da seguinte questão: de que forma as escolhas estruturais e conteudísticas dos alunos bem como a utilização da voz do outro influencia nas estratégias argumentativas para o êxito nas redações nota mil do ENEM?  Como objetivos delimitamos: i) identificar as marcas estruturais que compõe os textos, atentando para as que se repetem; ii) caracterizar como se dá a utilização e a recorrência, nos textos analisados, da inserção da voz alheia; iii) determinar, de forma comparativa, a funcionalidade dessas vozes inseridas na sequência argumentativa das redações; e iv) investigar, com base na análise feita, como a presença da voz do outro resulta na hipótese de massificação dos argumentos utilizados pelos sujeitos. Para tanto, recorremos às contribuições de Charaudeau (2012) acerca da organização de textos argumentativos; Authier-Revuz (1990, 2004) com as reflexões da heterogeneidade enunciativa mostrada; Adorno (1985) para a discussão sobre massificação e Pêcheux (1995) com a posição do sujeito para caracterizar o lugar do discurso dos candidatos autores nas redações. O corpus constitui-se de 32 (trinta e duas) redações distribuídas, igualmente, por quatro anos (2014, 2015, 2016 e 2017) e que foram obtidas por meio do site G1. O resultado preliminar demonstra que, em todos os anos, há uma padronização estrutural que não é atribuída em sua totalidade ao que solicitam as cinco competências, além de uma recorrência da utilização da inserção explícita da voz alheia para compor a sequência argumentativa. Quanto à questão da massificação dos argumentos, observamos que há reincidência da construção de uma “forma” de redação moldada e pré-estabelecida para que os candidatos, nos anos preparatórios para o exame, ativem a necessidade de moldar o texto e explicitar a voz do outro de forma decisiva no mecanismo de sustentação de seus argumentos para que seus textos ocupem a posição de redações “modelo”, aqui tidas com a nota máxima.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1673309 - SULEMI FABIANO CAMPOS
Externo à Instituição - MICAL DE MELO MARCELINO - UFU
Externo à Instituição - THOMAS MASSAO FAIRCHILD - UFPA
Notícia cadastrada em: 10/06/2019 08:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao