Banca de DEFESA: DANILO DA SILVA CÂNDIDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANILO DA SILVA CÂNDIDO
DATA : 25/07/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Aud. B do CCHLA
TÍTULO:

PROSTITUIÇÃO E EROTISMO NA CIDADE ESCRITA DE JOÃO ANTONIO.


PALAVRAS-CHAVES:

Literatura Marginal; Sociedade; Prostituição; Erotismo; João Antonio


PÁGINAS: 80
RESUMO:

O presente trabalho propõe observar como a prostituição se constrói enquanto imagem dentro e a partir da cidade escrita de João Antonio e ainda como esta construção se faz por intermédio do erotismo em torno da figura feminina. Em quatro contos do escritor paulistano João Antonio: “Ô,Copacabana”! (1975); “Marianha Tiro-a-Esmo” (1976); “Maria de Jesus de Souza” (1986); e “Amsterdam, ai!” (1986) temos prostitutas como personagens principais ou centrais dentro da narrativa. Em outros tantos textos do autor, também vemos a prostituição como parte da sua cidade escrita que inclui também outras figuras marginalizadas, cujas vidas se faz nos subúrbios das grandes cidades, especialmente Rio e São Paulo. O estudo é baseado em pesquisa bibliográfica que utiliza Bataille (2008) e sua vasta pesquisa histórica em torno do erotismo, Candido (1976) e suas análises sobre a literatura e a sociedade, Richards (1993) que traça um perfil sincrônico da prostituição na história da humanidade e Showalter (1993) que discute o papel da sexualidade na (re) construção das imagens em torno feminino e da mulher enquanto ser político, dentre outros autores. Dessa forma, a metodologia levará em consideração o texto literário a partir do contexto histórico e social, entendendo um como parte essencial para a compreensão do outro.  


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 155.661.454-34 - HUMBERTO HERMENEGILDO DE ARAUJO - UFRN
Presidente - 1675070 - JOSE LUIZ FERREIRA
Externo à Instituição - MARIA SUELY DA COSTA - UEPB
Notícia cadastrada em: 10/07/2017 08:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao