Banca de DEFESA: FRANCIELLY CÂMARA LOPES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCIELLY CÂMARA LOPES
DATA: 19/02/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório A- CCHLA
TÍTULO:

A CAUSA MATERIAL EM O OLHO DE VIDRO DO MEU AVÔ: A QUADRILOGIA DA MATÉRIA


PALAVRAS-CHAVES:

O olho de vidro do meu avô; devaneio; imaginário.


PÁGINAS: 83
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Literatura Comparada
RESUMO:

Em O olho de vidro do meu avô, Bartolomeu Campos de Queirós dispara sua corrente mnésica a partir de um objeto que corporifica o sentido da visão e abre espaço para uma percepção sinestésica do mundo: o olho. Não o olho vivo, órgão, mas o olho objetificado, o olho de vidro. Esse objeto é dissecado em todas as suas possibilidades, partindo de sua materialidade em busca do cerne do devaneio autoral. A partir disso, analisa-se a obra sob a ótica da estética do devaneio de Gaston Bachelard, buscando uma psicologia profunda das imagens imaginadas pelo escritor. Dentro dessa psicologia profunda, busca-se as causas primeiras da imagética reunida na narrativa. Identifica-se, então, uma causa formal por trás de determinadas imagens sinestésicas e suas sensações de tato, olfato, paladar, audição e visão. Da mesma forma, desmembra-se na causa material as imagens que codificam uma psicologia profunda dos elementos fogo, terra, água e ar. Dessa maneira, procura-se compreender como a forma do olho sintetiza toda uma gama de sensibilidades psicológicas que estão além do próprio estilo do escritor, encontrando ressonância em toda a literatura. Após a descoberta da forma olho, parte-se em busca de algo ainda mais íntimo, a matéria. Para tanto, é essencial que se entenda como o olho de vidro contém, em si, reflexos da estética da matéria proposta por Bachelard. A série de imagens e construções de O olho de vidro do meu avô espelham as forças de dureza da terra, de sexualidade do fogo, de maternidade da água e de movimento do ar.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 277353 - HENRIQUE EDUARDO DE SOUSA
Externo à Instituição - SHERRY MORGANA JUSTINO DE ALMEIDA - UFRPE
Presidente - 1674934 - TANIA MARIA DE ARAUJO LIMA
Notícia cadastrada em: 26/01/2016 11:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao