Banca de QUALIFICAÇÃO: CARLA AGUIAR FALCÃO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLA AGUIAR FALCÃO
DATA: 26/02/2016
HORA: 14:30
LOCAL: SINFO
TÍTULO:

PRODUÇÃO ORAL EM ESPANHOL COMO L2 E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: DIÁLOGOS E PRÁTICAS POSSÍVEIS


PALAVRAS-CHAVES:

produção oral, educação a distância, aprendizagem de espanhol como LE, tarefas orais, feedback


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

Este estudo investiga o tratamento dado à produção oral (PO) em um curso de Licenciatura em Letras Espanhol a distância e analisa se a realização de tarefas de PO contribui para o desenvolvimento dessa habilidade em relação à pronúncia, acurácia gramatical, fluência, inadequação lexical e proficiência oral global de aprendizes de espanhol como língua estrangeira (LE) na educação a distância (EaD), avaliando também o impacto de duas formas diferentes de feedback no desenvolvimento da produção oral desses alunos. A pesquisa foi realizada durante os semestres 2015.1 e 2015.2, respectivamente nas disciplinas de Língua Espanhola II e III. Ao todo, participaram da pesquisa duas professoras e 44 licenciandos. Para a compreensão de como ocorrem as práticas de produção oral no curso, foram analisados o ambiente virtual de aprendizagem dos alunos e o material didático usado, bem como aplicados questionários com os alunos e as docentes das disciplinas. Objetivando avaliar o desenvolvimento da PO dos alunos, os discentes foram divididos em três grupos: grupo experimental, grupo experimental+ e grupo controle. Os participantes do grupo controle realizaram um pré e um pós-teste e não receberam feedback sobre suas produções. Os grupos experimentais realizaram o pré–teste, outras 3 tarefas de PO e o pós-teste e ambos receberam feedback de suas tarefas, sendo o do grupo experimental menos minucioso em relação ao grupo experimental+. Do total de alunos, 18 realizaram todas as atividades nos dois semestres da coleta - 2015.1 e 2015.2-  (coleta longitudinal) e 26 realizaram atividades em somente um semestre – ou 2015.1 ou 2015.2-  (coleta semi-longitudinal). Os resultados qualitativos revelam que as práticas de PO são preteridas nas disciplinas e que o livro didático é o principal, e quase único, material usado pelas professoras no curso. Ademais, os dados revelaram que as tarefas de produção oral realizadas durante a pesquisa foram avaliadas positivamente pelos alunos. A análise quantitativa preliminar da coleta longitudinal aponta que houve um aumento estatisticamente significativo, especialmente para o grupo experimental, da medida de pronúncia, o que não foi constatado com relação ao desenvolvimento da demais variáveis analisadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1666189 - JANAINA WEISSHEIMER
Interno - 1168633 - MARILIA VARELLA BEZERRA DE FARIA
Externo à Instituição - MARIA DA GLÓRIA GUARÁ-TAVARES - UFC
Notícia cadastrada em: 26/01/2016 10:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao