Banca de QUALIFICAÇÃO: MARÍLIA GONÇALVES BORGES SILVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARÍLIA GONÇALVES BORGES SILVEIRA
DATA: 10/07/2015
HORA: 10:30
LOCAL: SALA DO ORIENTADOR - 308
TÍTULO:

PÓS-ROMANTISMO E MODERNIDADE NA LÍRICA DE PALMYRA WANDERLEY: do sentimentalismo à dispersão do eu em Roseira brava.


PALAVRAS-CHAVES:

Palmyra Wanderley, lírica, sociedade, Romantismo tardio, Modernismo.


PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Literatura Comparada
RESUMO:

O livro Roseira brava, de Palmyra Wanderley, escritora norte-rio-grandense, foi publicado pela primeira vez em 1929. Em seus versos, a autora apresenta tendências nas quais se destacam características tardias do Romantismo, mas também deixa antever traços da estética modernista. Para analisar seus versos, primeiramente, buscou-se contextualizar o espaço social e biográfico da escritora, visto que são elementos necessários à compreensão dos significados evocados no texto literário. Além disso, buscou-se pesquisar as tendências românticas e modernas a fim de analisar, sob a ótica da teoria do pós-romantismo, segundo Antônio Cândido, em contraponto com os aspectos presentes no movimento modernista, a obra da poetisa em questão. Como caminho metodológico para este estudo, cujo objetivo maior é analisar a obra da escritora inserida no contexto literário do Rio Grande do Norte, escolheu-se privilegiar os poemas a partir das temáticas recorrentes na referida obra: a religiosidade presente em seus versos, que, muitas vezes, dialoga com o profano; o sentimentalismo presente no amor romântico; a cidade Natal, revelada em mais de 15 poemas; e a natureza do Rio Grande do Norte revestida da cor sensual. Os versos de Palmyra Wanderley, de modo geral, apontam para a natureza de uma mulher de um tempo definido e de um espaço marcado, que transpôs barreiras e marcou presença em uma cena literária exemplarmente masculina, por meio de seus versos, que se polarizam e se intermedeiam entre a tradição romântica do passado e as possibilidades modernistas do seu futuro.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Interno - 155.661.454-34 - HUMBERTO HERMENEGILDO DE ARAUJO - UFRN
Externo ao Programa - 277306 - JOAO MARIA PAIVA PALHANO
Notícia cadastrada em: 01/07/2015 07:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao