Banca de DEFESA: BENEDITA VIEIRA DE ANDRADE

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BENEDITA VIEIRA DE ANDRADE
DATA: 28/11/2014
HORA: 19:00
LOCAL: Auditório C - CCHLA
TÍTULO:

Representações discursivas de Câmara Cascudo por Mário de Andrade


PALAVRAS-CHAVES:

Análise Textual dos Discursos. Representação discursiva. Cartas. Câmara Cascudo. Mário de Andrade.


PÁGINAS: 249
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

Este trabalho objetiva abordar a questão da construção e reconstrução de representações discursivas de Câmara Cascudo no discurso de Mário de Andrade. Para descrever, analisar e interpretar essas representações recorre-se a algumas categorias semânticas provenientes da ATD, articulando-as com outras categorias, notadamente, da Lógica de Grize (1996, 1997), da Linguística Textual e da Semântica. Propõe-se, pois, analisar como essas representações são construídas discursivamente, em cartas escritas, por meio de categorias semânticas como referenciação, predicação, modificação, conexão, localização espacial e temporal. Na fundamentação teórica, articulam-se propostas da Análise Textual dos Discursos (ATD), concebida pelo linguista Jean-Michel Adam (1990, 2008a, 2011a), da Linguística textual (LT), da Semântica e da Lógica, enfocando, sobretudo, o fenômeno das representações discursivas. A abordagem da pesquisa é qualitativa, com apoio em alguns dados quantitativos (OLIVEIRA, 2012), opção que torna a análise mais rica e completa. Como hipótese, apresenta-se o fato de que essas categorias empregadas por Mário de Andrade em seu discurso não só possibilitam a (re)construção das imagens de interlocutor, construídas discursivamente, mas também proporcionam uma multiplicidade de informações e de pontos de vista sobre a personalidade do escritor potiguar. O corpus do trabalho se constitui de 20 textos escritos por Mário de Andrade e enviados a Câmara Cascudo entre os anos de 1924 a 1944, dos quais foram selecionados e analisados 35 fragmentos. Verifica-se, portanto, que é construído, no corpus analisado, um conjunto de representações discursivas para Câmara Cascudo, a partir das categorias semânticas propostas para análise e empregadas no discurso de Mário de Andrade. Essas categorias permitem construir e reconstruir as representações que emergem nos textos. Dessa forma, a análise aponta para a construção de um conjunto de diferentes representações, destacando-se a representação do escritor, do intelectual e do amigo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Interno - 349739 - HUMBERTO HERMENEGILDO DE ARAUJO
Interno - 337223 - JOAO GOMES DA SILVA NETO
Interno - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Externo à Instituição - GILTON SAMPAIO DE SOUSA - UERN
Externo à Instituição - ROSALICE BOTELHO WAKIM SOUZA PINTO - UC
Externo à Instituição - ANA LUCIA TINOCO CABRAL - UNICRUZ
Notícia cadastrada em: 05/11/2014 14:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao